3 eventos ao vivo

No Fla, Gabriel estreia na Fonte Nova e é tietado pela torcida do Bahia

1 ago 2013
08h33
  • separator
  • 0
  • comentários

Gabriel sai do Bahia, mas o Bahia não sai de Gabriel. Pudera: o meio-campista do Flamengo é torcedor declarado do time tricolor e neto do volante Flávio, campeão da Taça Brasil de 1959 pelo clube. Frequentador da Fonte Nova quando garoto, calhou de a sua estreia no estádio, como jogador, ser justamente contra o clube de Salvador, na derrota por 3 a 0 desta quarta-feira, pelo Campeonato Brasileiro.

Brasileiro Série A 2013Rodada 10

Bahiabah-wBahia3
0FlamengoFlamengocrf

  • Fernandão 28 ' (1T)
  • Wallyson 46 ' (1T)
  • Marquinhos Gabriel 31 ' (2T)
    2013-08-01 00:50 GMT-000 (D) FinalizadoArena Fonte Nova

    Por decisão do técnico Mano Menezes, Gabriel começou a partida contra o Bahia no banco de reservas. Entrou logo após o intervalo, quando o Flamengo já perdia por 2 a 0, e não teve destaque no jogo. Sua participação foi pouco expressiva, embora o Fla tenha melhorado um pouco depois de sua entrada.

    Para os torcedores do Bahia, pelo menos, Gabriel não passou despercebido. Gabriel nasceu e foi criado no bairro Jardim Cruzeiro, em Salvador e, por sua origem popular, ganhou identificação com os torcedores. Muitos se surpreenderam quando souberam que o garoto que era xodó nos tempos de clube começaria a partida no banco.

    Descoberto pelo presidente afastado do Bahia, Marcelo Guimarães Filho, em uma partida de futebol amador, Gabriel pode voltar a sentir bem de perto o clima de uma pelada – conhecida na Bahia como "baba". Na Arena Fonte Nova, assim como nos campos de barro batido, a torcida fica bem perto da ação do jogo e pode provocar o jogador adversário à vontade.

    Gabriel foi provocado, sobretudo quando se aproximava das laterais do campo, para criar alguma jogada ou cobrar escanteios. Alguns torcedores mais exaltados gritavam, visando desconcentrá-lo. Após o jogo, porém, o clima era outro, muito mais amistoso.

    Na saída dos vestiários, um grupo de torcedores se aglomerava para falar e tirar fotos com jogadores do Bahia, mas também com o antigo ídolo, que trocou o clube pelo Flamengo há menos de sete meses. Gabriel foi avisado por um amigo e apareceu no saguão ainda com o uniforme utilizado na partida, apenas para fazer fotos com fãs.

    Orientado pelo Flamengo a não falar com a imprensa baiana, Gabriel passou pela zona mista sem dar entrevistas. Antes de tirar fotos, brincou com amigos e com os torcedores. "Pô, só tem 'branquinho' aqui, cara", disse, sorrindo, talvez estranhando a Fonte Nova, que ele havia conhecido apenas como torcedor.

    Minutos depois, já de banho tomado, ele ainda voltaria para mais uma sessão de fotos com os últimos fãs, que ainda o aguardavam para despedir-se antes que o meia entrasse no ônibus do Flamengo e, novamente, fosse para longe de Salvador.

    Fonte: Paço Virtual - Comunicação, Consultoria e Projetos LTDA - ME - Especial para o Terra Paço Virtual - Comunicação, Consultoria e Projetos LTDA - ME - Especial para o Terra
    • separator
    • 0
    • comentários
    publicidade