1 evento ao vivo

Torcedores reclamam de filas e troca de assentos para Santos x Flamengo

21 mai 2013
17h08
atualizado às 17h08
  • separator
  • 0
  • comentários

O Estádio Nacional Mané Garrincha está cada dia mais próximo de bater o recorde de maior renda da história do futebol nacional. O primeiro jogo com carga total de ingressos na nova arena candanga está marcado para a rodada inaugural do Campeonato Brasileiro: Santos x Flamengo, no próximo domingo. O que não tem agradado ao público é o desrespeito na venda dos 69,2 mil ingressos disponibilizados pela organização.

14/05 - Estádio receberá a abertura da Copa das Confederações, em 15 de junho
14/05 - Estádio receberá a abertura da Copa das Confederações, em 15 de junho
Foto: Diogo Alcântara / Terra

No início da tarde desta terça-feira, pelo quinto dia consecutivo, uma fila com previsão de duração de cinco horas dava voltas em um shopping no centro da capital. Ali foi instalado o único ponto de venda físico e que também serve para imprimir e validar as entradas compradas pela internet.

Diante das reclamações apresentadas pelos torcedores, o diretor do Instituto de Defesa do Consumidor (Procon-DF), Todi Moreno, foi ao ponto de venda na noite de segunda-feira para verificar as irregularidades praticadas pela empresa Ingresso Rápido. Mesmo com as ilegalidades constatadas, como tempo de espera superior a 30 minutos, ausência de fila preferencial e omissão do telefone do Procon-DF, Moreno descartou suspender as vendas dos bilhetes para a partida.

“A empresa se propôs a corrigir os problemas, já até colocaram mais dois computadores para atender o público. Levamos dois autos de infração, mas como eles corrigiram os problemas, não haverá interdição”, disse o diretor, que informou ainda que a empresa que vende as entradas tem até sexta-feira para dar explicações ao Procon-DF, ou seja, dois dias antes do jogo.

A Ingresso Rápido também causou revolta em cerca de 600 torcedores que compraram os ingressos e não poderão sentar nas cadeiras que escolheram. Isso porque parte do púbico que adquiriu bilhetes para a arquibancada inferior será remanejado para que seja possível adaptar a instalação da área de imprensa. A falha, de acordo com a Secretaria Extraordinária da Copa, foi causada pela própria empresa, que cometeu um “equívoco na leitura do mapa de assentos”.

Em vez de se basear pelo modelo da Copa das Confederações e da Copa do Mundo, a empresa usou o mapa que será adotado após o Mundial de 2014 — chamado de Mapa Legado. Pelo documento, o espaço destinado atualmente à tribuna de imprensa, com cerca de 2 mil lugares, se tornará assento de uso comum.

Em contato com o Terra, a empresa Ingresso Rápido admitiu o problema e informou que recebeu a notícia da reserva da área de imprensa depois do início das vendas. Ainda segundo a empresa, os torcedores serão realocados para os melhores lugares possíveis, e aqueles não ficarem satisfeito poderão solicitar o reembolso.

“Já fizemos contato com quase todos os torcedores e ninguém será prejudicado”, afirmou a diretora da empresa, Kátia Lattufe, sem detalhar como isso será feito, especialmente para os torcedores que compraram ingressos na área central do estádio e serão realocados para a parte atrás do gol.

A empresa ainda informa que foram vendidos, até o momento, cerca de 55 mil ingressos. Em 15 dos 30 setores da arquibancada inferior, as entradas se esgotaram. No anel superior do Mané Garrincha, onde estão localizados os bilhetes mais baratos, 14 dos 36 setores estão indisponíveis. Na ala mais cara, o anel VIP, foram colocados à venda 38 setores. Desses, restam 22.

A carga informada pelos organizadores da partida é de 69,2 mil bilhetes, dos quais 45 mil foram destinados ao anel superior, 20 mil ao setor inferior e 4,2 mil à ala VIP, que dá direito a kit lanche e estacionamento. Os preços variam de R$ 160 (meia-entrada a R$ 80) a R$ 400 (meia-entrada a R$ 200). Além desses, 1,8 mil lugares corporativos estão à venda, para os 74 camarotes da nova arena candanga.

O jogo entre Santos e Flamengo será o primeiro teste do novo Mané Garrincha com capacidade máxima liberada (cerca de 71 mil assentos). Integrantes do Comitê Organizador Local (COL) da Copa do Mundo de 2014 ajudarão na organização da partida, que será o último teste antes da abertura da Copa das Confederações, em 15 de junho, com o duelo entre Brasil e Japão.

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade