0

Abel aguarda recuperação de W. Nem para definir Flu; Conca na mira

1 nov 2012
15h45
atualizado às 17h54

O técnico Abel Braga ainda não antecipou a escalação do Fluminense. O comandante tem esperanças de que o atacante Wellington Nem irá se recuperar a tempo de enfrentar o São Paulo na próxima rodada do Campeonato Brasileiro. O atleta sofreu uma entorse no tornozelo direito e ainda precisará ser reavaliado para integrar a lista de relacionados do clube.

Abel aguarda pelo retorno de Wellington Nem para definir o time titular do Fluminense
Abel aguarda pelo retorno de Wellington Nem para definir o time titular do Fluminense
Foto: Daniel Ramalho / Terra

» Veja como eram os astros do futebol mundial na infância

Além do atacante, Abel terá que administrar o desfalque de Deco, vetado por conta de um estiramento muscular na coxa direita. O reserva imediato, Wagner, também sente dores na região pubiana e deve abrir vaga para o atacante Rafael Sobis ser improvisado como um meia de criação.

Se o setor ofensivo está repleto de problemas para o duelo, a defesa poderá contar com o zagueiro Leandro Euzébio. O atleta se recuperou de uma hérnia de disco e está apto a tomar o posto de Digão na equipe principal. Com isso, o Fluminense irá a campo formado por Diego Cavalieri, Bruno, Leandro Euzébio, Gum e Carlinhos; Edinho, Jean e Thiago Neves; Rafael Sobis, Fred e Wellington Nem.

Nesta sexta-feira, o elenco do time tricolor treinará na parte da tarde, já no Centro de Treinamento do Audax, na capital paulista, para onde a delegação embarca na manhã de quinta-feira. Os atletas ficarão mantidos em regime de concentração até a data estipulada para o confronto e trabalharão no sábado antes de encerrar a preparação para o duelo.

Conca entra na mira
Fora de campo, a diretoria do Fluminense está evitando se pronunciar sobre a tentativa de contratar o meia argentino Darío Conca para a disputa da próxima Copa Libertadores. O objetivo do clube neste momento é manter todo o foco na conquista do título do Brasileiro e estudar uma proposta que possa convencer os dirigentes do Guangzhou Evergrande, da China.

O time oriental exerce poder sobre os direitos federativos do atleta até dezembro do próximo ano e se nega a liberar o jogador. Para a diretoria, o argentino estaria pressionando o clube a aceitar uma proposta e viabilizar o seu retorno ao Brasil no próximo ano. Caso os chineses mantenham esta linha de raciocínio, o clube das Laranjeiras terá que desembolsar R$ 20 milhões para contar com o ídolo da torcida novamente.

Baixe gratuitamente o aplicativo Sigo meu Time e acompanhe seu time do coração

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
publicidade