2 eventos ao vivo

Aos 35, Deco anuncia aposentadoria: "meu corpo não me permitiu"

26 ago 2013
09h49
atualizado às 10h29
  • separator
  • 0
  • comentários

Em nota oficial divulgada nesta segunda-feira, o meia Deco anunciou sua aposentadoria do futebol profissional. Na véspera de completar 36 anos (faz aniversário nesta terça), o jogador encerra a carreira defendendo o Fluminense em meio à disputa do Campeonato Brasileiro, sofrendo com constantes lesões.

<p>Deco deixa o futebol em meio à disputa do Brasileiro</p>
Deco deixa o futebol em meio à disputa do Brasileiro
Foto: Fernando Cazaes/Photocamera / Divulgação

No texto, o agora ex-jogador lamentou as dificuldades físicas que teve durante seus três anos defendendo a equipe das Laranjeiras, e reiterou que se esforçou ao máximo para estar sempre em campo ajudando o Fluminense. No time tricolor, Deco foi bicampeão brasileiro (2010 e 2012) e campeão carioca (2012).

<p>Deco viveu o auge da carreira no Barcelona, entre 2004 e 2008</p>
Deco viveu o auge da carreira no Barcelona, entre 2004 e 2008
Foto: Getty Images

Anderson Luís de Souza, o Deco, nasceu em São Bernardo do Campo (SP), em 1977, e começou a carreira profissional no Corinthians, em 1996. Após jogar pelo CSA, foi vendido ao futebol português, passando por Benfica, Alverca e Salgueiros antes de se consagrar no Porto, onde foi tricampeão nacional e conquistou as taças da Copa Uefa (2003) e da Liga dos Campeões (2004).

Vendido ao Barcelona, voltou a colecionar títulos: bicampeão espanhol e novamente campeão europeu, em 2006. Seu último time na europa foi o Chelsea, onde ganhou duas Copas da Inglaterra e um Campeonato Inglês. Já pela seleção portuguesa, disputou as Eurocopas de 2004 e 2008, além das Copas do Mundo de 2006 e 2010.

Confira a nota oficial da aposentadoria de Deco

"É com muita tristeza e pesar que comunico o fim de minha carreira como atleta profissional. Os últimos minutos na quarta feira pelo Fluminense foram os últimos dos 17 anos dentro de campo como jogador de futebol. Gostaria muito de continuar até o final desta Brasileiro e ajudar a colocar a equipe novamente na Libertadores. Mas não estou conseguindo. Quero agradecer ao Fluminense, Celso Barros e todos que trabalharam comigo nestes 3 anos e me deram a oportunidade de jogar no futebol brasileiro. Mais do que isso, pude participar e ajudar a conquistar dois títulos Brasileiros e mais o Campeonato Carioca. Fui muito feliz nesta período no clube. Gostaria muito de ter ajudado muito mais o Fluminense, mas o meu corpo não me permitiu. Deixo claro que me dediquei, esforcei e muitos me apoiaram para que eu seguisse até o final de ano. Fisicamente poderia jogar, mas os meus músculos não suportam mais. Obrigado a todos e pela confiança e carinho".

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade