1 evento ao vivo

Após polêmica, Flu desautoriza campanha "talibã tricolor"

4 mai 2013
00h52
atualizado às 15h33
  • separator
  • 0
  • comentários

O Fluminense divulgou uma nota à imprensa neste sábado desautorizando a campanha “talibã tricolor”, criada pelos próprios torcedores do clube. A entidade pediu que os fãs e os jogadores abandonem a campanha devido ao polêmico nome.

<p>Fred foi um dos jogadores a aderir a campanha da torcida</p>
Fred foi um dos jogadores a aderir a campanha da torcida
Foto: Facebook / Reprodução

“Certamente, a intenção de quem iniciou o movimento e de quem entrou nele não é aquela que a imagem do talibã transmite: a imagem de terroristas no lugar da imagem de sadios guerreiros”, lê-se na nota divulgada pelo Fluminense.

O talibã é um movimento fundamentalista islâmico nacionalista que se difundiu no Paquistão e no Afeganistão. A organização chegou a se aliar com a Al Qaeda, de Osama Bin Laden, morto em 2011.

A campanha tornou-se uma febre entre a torcida do Fluminense no Twitter durante o fim da noite desta sexta-feira. O "talibã tricolor" é um protesto em tom de brincadeira, que pede para o time mostrar o espírito guerreiro em campo após o pênalti polêmico que assegurou a vitória do Emelec sobre a equipe carioca, por 2 a 1, no Estádio George Capwell, em Guayaquil, na última quinta-feira.

No próximo dia 8 de maio, Fluminense e Emelec voltam a se enfrentar, no Rio de Janeiro, para decidir uma vaga nas quartas de final da Copa Libertadores da América.

<p>Rhayner também fez pose ao estilo "talibã" após febre na internet</p>
Rhayner também fez pose ao estilo "talibã" após febre na internet
Foto: Twitter / Reprodução

A campanha logo foi apoiada também por jogadores do clube. O primeiro deles foi o meia Thiago Neves. Animado com a empolgação da esposa, Marcella Di Biase, que é tricolor assumida, o meia publicou uma foto em uma rede social com parte do rosto coberta pela camisa do Fluminense, ao estilo "talibã". Logo depois, Rhayner e Fred também postaram fotos em que faziam poses semelhantes às do companheiro.

Confira na íntegra a nota divulgada pelo Fluminense

Prezados
O Fluminense Football Club tomou conhecimento do movimento que alguns torcedores fazem para o jogo contra o Emelec no Rio, e vem a público para pedir pela racionalidade, pela reflexão um pouco mais demorada. Certamente, a intenção de quem iniciou o movimento e de quem entrou nele não é aquela que a imagem do talibã transmite: a imagem de terroristas no lugar da imagem de sadios guerreiros. Por isso, o Fluminense Football Club desautoriza a campanha e pede que os seus atletas e toda a sua torcida a abandonem. A nossa história e o coração dos guerreiros que a constroem todos os dias, nos gramados daqui, do mundo e fora deles, não somam e não concordam com o apelo à violência e à agressão.

Fonte: Lancepress! Lancepress!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade