9 eventos ao vivo

Elenco do Flu mostra preocupação com equilíbrio na Taça Rio

13 mar 2013
16h10
atualizado às 16h12

O Fluminense segue se preparando para a partida deste domingo, às 18h30 (de Brasília), diante do Audax, no Engenhão, pela estreia na Taça Rio. O Tricolor espera mais dificuldades do que no primeiro turno para se classificar às finais e tentar decidir o Estadual com o Botafogo.

"Acredito que a Taça Rio será ainda mais complicada, pois agora resta apenas uma vaga para a decisão e ninguém vai querer ficar de fora. Além disso, tem o Botafogo tranquilo, pois sabe que pode ser campeão estadual direto, sem a necessidade de passar pela final. No meu entender vamos enfrentar muitos problemas", analisou o zagueiro Gum.

E o pensamento do defensor é compartilhado pelo atacante Wellington Nem: "Nós perdemos a primeira chance de chegarmos à final e agora, logicamente, que ficou mais complicado. O Fluminense já mostrou ser um time capaz de superar adversidades e estamos otimistas que o nosso trabalho vai fluir."

Nesta quinta-feira, na parte da tarde, o técnico Abel Braga vai comandar um coletivo e, provavelmente, definir a escalação para a partida diante do Audax. O treinador não poderá contar com o lateral direito Wellington Silva, com uma fratura no pé esquerdo, e nem com o meia Thiago Neves, que sofreu um estiramento muscular na panturrilha esquerda. Já o apoiador Deco, com dores no joelho esquerdo, está sendo observado pelo departamento médico e corre o risco de ficar de fora.

Libertadores - Com a vitória de 2 a 1 do Caracas sobre o Grêmio na noite de terça-feira, o grupo 8 da competição começou a ficar embolado. O Fluminense lidera com sete pontos, um a mais que gremistas e venezuelanos. O Huachipato, do Chile, segura a lanterna com apenas quatro pontos. O time carioca só volta a atuar em abril, quando vai medir forças com o Grêmio na Arena Grêmio. Ganhando, poderá inclusive garantir vaga de forma antecipada para as oitavas de final.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
publicidade