0

Fluminense bate o Náutico e sai da degola na estreia de Dorival

14 nov 2013
22h59
atualizado em 15/11/2013 às 08h25

O Fluminense fez o dever de casa e venceu por 2 a 0 o Náutico, nesta quinta-feira, no Maracanã, pelo Campeonato Brasileiro. Os tricolores contaram com a estreia do técnico Dorival Júnior, que conseguiu tirar a equipe da zona de rebaixamento com o resultado. Os cariocas chegaram aos 39 pontos e deixaram o Bahia na degola. O Náutico, já rebaixado, segue com 17 pontos.

Desde o início, os donos da casa foram melhores e buscaram o gol. Ele aconteceu aos 16 minutos, em belo chute de Wagner. O segundo aconteceu somente na etapa final, com Samuel.

Na próxima rodada, o Fluminense vai receber o São Paulo, provavelmente com time reserva, no domingo, no Maracanã. Já o Náutico, vai receber o Bahia, que tentará sair da zona de rebaixamento.

O jogo - O Fluminense iniciou a partida buscando o gol para poder se acalmar. No entanto, o gol só saiu aos 16 minutos, na primeira chance criada pela equipe carioca. Marcos Júnior achou Wagner livre na entrada da área. O meia dominou e acertou belo chute no ângulo de Ricardo Berna.

Mesmo depois do gol, o Fluminense seguiu melhor em campo. Só que os tricolores seguiam tendo problemas na armação das jogadas e pouco incomodavam Ricardo Berna. Os donos da casa tentaram com Wagner e Rafael Sóbis, mas em ambas, o goleiro pernambucano fez a defesa sem problema.

Na parte final, os tricolores seguiram sem objetividade. O Náutico conseguiu finalizar aos 42 minutos, com Rogério, de fora da área. No entanto, Diego Cavalieri estava atento e fez a defesa. Assim, o Fluminense foi para o intervalo com a vantagem mínima no placar.

No segundo tempo, o Fluminense veio mais disposto a garantir os três pontos e chegou ao segundo gol aos cinco minutos. Wagner chutou cruzado, Ricardo Berna deu rebote e Samuel, sozinho, só teve o trabalho de tocar para a rede.

Com a vitória encaminhada, os tricolores se soltaram e seguiram cirando chances de gol. Primeiro, Rhayner aproveitou cruzamento, mas cabeceou para fora. Depois, foi a vez de Jean arriscar de longe e obrigar Ricardo Berna a fazer grande defesa. Para melhorar a situação dos donos da casa, o zagueiro Alison foi expulso após entrada forte em Samuel.

Na parte final, o Fluminense diminuiu o ritmo e viu o Náutico chegar com perigo, com Diego Morales, mas Diego Cavalieri apareceu para impedir o gol dos pernambucanos. Os tricolores passaram a administrar o resultado até o apito final.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
publicidade