7 eventos ao vivo

Juntos desde 2011, Bruno e Nem vivem grande fase no Fluminense

29 jan 2013
09h19
atualizado às 11h15
  • separator
  • 0
  • comentários

Wellington Nem toca para Bruno, que recebe a bola e devolve para o camisa 11. O atacante domina, gira e balança a rede do Botafogo. Para uns, a bonita jogada no clássico do último domingo pode ter sido um lance qualquer. Mas não foi. Esta dupla tricolor se conhece bem. Aliás, desde antes de vestir o uniforme profissional do tricolor, ano passado.

Bruno e Nem se conheceram no Figueirense, em 2011. Lá, os dois se destacaram e ajudaram a equipe a fazer uma bela campanha no Brasileirão. Desde aquela época, eram comuns as tabelinhas pelo lado direito que atormentavam a vida dos adversários. As atuações culminaram no retorno do atacante às Laranjeiras e no acerto com o lateral.

– Quando ficou definido o meu retorno ao Rio de Janeiro, o aconselhei para que viesse. Disse a ele que, no que dependesse de mim e da minha família, iria ajudar no que fosse preciso – comentou Nem.

De fato, o camisa 11 ajudou bastante o lateral. Não é difícil de lembrar, por exemplo, daquele Bruno tímido que chegou ao Flu, no início do ano passado. Hoje, ele é um dos que mais brincam no elenco e está completamente adaptado ao Rio de Janeiro. Para completar, ainda faz uma nova função na atual temporada.

– Sei que tenho condições de ajudar o time na frente e estou mostrando isso no começo desta temporada. Meu objetivo é chegar o mais perto possível de ser um lateral completo e vou buscar isso – revelou Bruno.

Dizem que amizade é algo que “nem a força do tempo irá destruir”. Nem e Bruno sabem disso. E no embalo desta dupla afinada, todo mundo ganha. Menos os adversários.

Dupla não encara o Friburguense

Apesar de toda a euforia que envolve a dupla, Bruno e Wellington Nem não devem enfrentar o Friburguense, quarta-feira, no Engenhão, pela quarta rodada da Taça Guanabara. O técnico Abel Braga já antecipou que provavelmente vai utilizar os reservas na partida e os titulares não devem sequer ficar no banco de reservas.

Tudo isso faz parte do planejamento da comissão técnica tricolor, que já deixou claro que o objetivo principal para a temporada é a Copa Libertadores. E como restam cerca de duas semanas para a estreia do Fluminense, contra o Caracas, na Venezuela, a ideia é mesclar os jogos que os titulares vão disputar.

Assim, a tendência é que Abel Braga escale o time reserva contra o Friburguense, amanhã, coloque o titular diante do Quissamã, sábado, em Macaé, e também o reserva no clássico contra o Vasco, no sábado de Carnaval, um dia antes da viagem para a capital venezuelana.

Até agora, Bruno e Wellington Nem entraram em campo somente duas vezes na temporada, diante de Olaria e Botafogo. O atacante, porém, só disputou o segundo tempo do jogo contra o time da Rua Bariri. A tendência é que os dois retornem ao time apenas contra o Quissamã, ao lado dos demais titulares.

Fonte: Lancepress! Lancepress!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade