0

Fratus bate "sonolento" Cielo nas semis dos 100 m livre

6 mai 2011
11h51
atualizado às 13h27
Mônica Garcia
Direto do Rio de Janeiro

As provas desta sexta-feira do Troféu Maria Lenk, que ocorre no Parque Aquático Júlio Delamare no Rio, tiveram um torcedor especial. Fernando Scherer, o Xuxa, viu César Cielo terminar em segundo lugar a prova semifinal dos 100m livre. Quem bateu em primeiro foi Bruno Fratus, que se consolida a cada dia como segunda força brasileira na natação.

"Ganhar do Cielo sempre é muito bom. Mas hoje é só a fase eliminatória. Amanhã é que teremos o resultado final, até porque ainda não garanti a vaga para o Mundial", afirmou Bruno após deixar a piscina. As finais do 100m livre ocorrem no sábado.

Evitando comparações com Fratus, Cielo disse que está com a cabeça no Mundial de Xangai. "O meu objetivo aqui não é ganhar de ninguém, é me preparar o Mundial", afirmou. O nadador não analisou o resultado como ruim, mas deu indícios de que estava sonolento: "O resultado foi bom. A prova é muito cedo. Amanhã vou acordar mais cedo e deixar meu corpo acordado para a final". Mesmo não tendo gostado do seu tempo, Cielo fez uma passagem muito boa, nos 50m, ele fez o tempo de 23s25 terminando a prova em 49s30. "Fiz uma passagem bacana, amanhã na final com certeza vai dar para nadar melhor".

A situação do atual campeão olímpico dos 100 m livre é a melhor possível. "Quero nadar para a casa dos 48s amanhã. Abaixo ainda do tempo que eu nadei na Tentativa, que foi de 48s66. Não quero meu corpo dormindo amanhã" disse.

Fernando Scherer não poupou elogios a Cielo. "O César nada muito bem. Não tem medo de passar forte. Ele faz muito bem a dosagem da prova. É muito técnico, consistente em todas as competições", afirmou o ex-medalhista olímpico dos 50 m, e do revezamento 4x100 m livre.

Bruno fez o tempo de 49s00, 26 centésimos acima do índice exigido para o Mundial em Xangai, que ocorre em julho. Enquanto o atual campeão olímpico, Cielo, fez o tempo de 49s30. Índice acima do que ele alcançou durante a Tentativa para o Mundial, no final de Abril, que foi de 48s66. E do tempo no Pan Pacífico do ano passado de 48s48. E de seu próprio recorde, o recorde mundial que é de 46s91, marca conquistada em Roma em 2009 durante o Mundial.

Fratus comemora vitória em semifinal; Cielo ficou em segundo
Fratus comemora vitória em semifinal; Cielo ficou em segundo
Foto: Satiro Sodré/CBDA / Divulgação
Fonte: Bulcão e Tresdê Assessoria e Comunicação Ltda - Especial para o Terra Bulcão e Tresdê Assessoria e Comunicação Ltda - Especial para o Terra

compartilhe

publicidade