2 eventos ao vivo

Ravens vencem 49ers e conquistam Super Bowl XLVII

4 fev 2013
02h25
atualizado às 02h31

O Baltimore Ravens venceu pelo placar de 34 a 31 o San Francisco 49ers e conquistou o Superbowl XLVII, realizado no Mercedez-Benz Superdome de Nova Orleans, a partida do futebol americano considerada como o principal evento esportivo dos Estados Unidos e que é assistido por mais de cem milhões de pessoas pela televisão.

A batalha não foi apenas entre dois times, mas também inédita entre os irmãos Harbaugh - John e Jim, respectivamente técnicos de Ravens e 49ers - e entre os quarterbacks Joe Flacco e Colin Kaepernick, comandantes dos ataques e que fizeram uma temporada fantástica na NFL.

Flacco foi eleito o Jogador Mais Valioso (MVP, em inglês) da partida e como de costume, foi o mais assediado ao final do jogo.

Os Ravens começaram com força total, e logo anotaram um touchdown, abrindo 7 a 0, após o ponto extra.

Kaepernick e seu ataque tentaram dar o troco na campanha seguinte, mas só conseguiram avançar as jardas suficientes para anotar um field goal, devolvendo a bola para os Ravens tentarem ampliar o placar.

Os 49ers começaram o segundo quarto em ritmo acelerado, pois após receber a bola avançaram 29 jardas para a linha de 49, logo na primeira descida.

Mas a campanha não rendeu pontos e a bola voltou para os Ravens, que aproveitaram a oportunidade para levá-la até a red zone e ampliar o placar para 14 a 3, após um touchdown do tight end Dennis Pitta.

O jogo parecia estar nas mãos dos Ravens, com Flacco fazendo jogadas excepcionais e do outro lado Kaepernick errando, como por exemplo na primeira tentativa de avanço em que não acertou o passe, interceptado pelo safety Ed Reed dos Ravens.

O time de Baltimore continuou convertendo as descidas e chegando à linha de 14 jardas, mas na hora de bater um field goal, o ataque decidiu tentar uma quarta descida, não concluída, frustrando sua torcida presente no Mercedez-Benz Superdome.

Começando no sufoco, mas animada com o erro de decisão dos Ravens, o ataque dos 49ers tentou começar uma campanha melhor para pelo menos empatar o jogo antes do intervalo. Mas o time não conseguiu avançar e teve que devolver a bola.

Em uma jogada fantástica de Flacco, que lançou para 56 jardas, a bola foi recebida pelo wide receiver Jacoby Jones que driblou dois marcadores e foi para o touchdown, deixando o placar em 21 a 3 para os Ravens.

O time de São Francisco ainda conseguiu avançar após o two minute warning e marcar um field goal para diminuir o prejuízo da franquia, levando o jogo para o intervalo em 21 a 6.

Na volta, após o eletrizante show da cantora Beyoncé, o primeiro ataque ficou a cargo dos Ravens que fizeram história: um retorno de 109 jardas para touchdown de Jones, uma jogada incrível, a mais longa do tipo da história do Superbowl, que deu ao time de Baltimore a vantagem de 28 a 6 no placar.

Kaepernick tentou dar o troco ao receber a bola de volta e lançou para 29 jardas para seu wide receiver Michael Crabtree, para colocar o atordoado 49ers de novo na partida.

Mas aí, algo imprevisto aconteceu: a energia do Superdome acabou, um fato inusitado para um evento de tal porte, no país mais desenvolvido do mundo.

Depois de mais de meia hora, a partida foi reiniciada. O terceiro quarto começou morno, com ambas as equipes perdendo campanhas onde prevaleceram as defesas, até que faltando sete minutos para o final os 49ers conseguiram um touchdown pelas mãos de Crabtree, após jogada aérea de 31 jardas de Kaepernick.

E San Francisco entrou de vez no jogo faltando 5min05 para o final do terceiro quarto, quando em jogada terrestre o right end F. Gore marcou mais um touchdown, levando o placar para 28 a 20.

E a maré continuava a favor dos 49ers, quando os Ravens logo na campanha seguinte perderam a bola em um fumble, deixando a torcida de Baltimore preocupada.

A perda da bola dos Ravens resultou em field goal dos 49ers, colocando a parcial em 28 a 23 ao final do quarto.

O episódio final do confronto, começou com uma boa campanha dos Ravens, mas que não resultou em touchdown, e o time teve que se contentar com apenas três pontos, mas que aliviaram a pressão no placar.

A essa altura, com 31 a 23, Baltimore tinham a missão de segurar o ataque de San Francisco para conquistar o Super Bowl.

Porém os 49ers conseguiram avançar e marcar mais um touchdown, chegando perto no placar (31 a 29) e pensando grande para conquistar seu sexto Super Bowl.

Os Ravens retrucaram com um field goal, colocando o placar em 34 a 29 e a partida entrou em sua reta final com os 49ers com a posse de bola, faltando menos de quatro minutos no relógio.

E o jogo avassalador dos 49ers no quarto quarto se fez presente mais uma vez. Kaepernick levou sua equipe para a red zone, o touchdown a colocava com a mão na taça, o field goal não adiantava mais.

Na quarta e última descida a jogada não aconteceu, e a frustração para a torcida dos "Niners" foi geral. O técnico Jim Harbaugh reclamou de uma segurada contra Crabtree que se deslocou para receber a bola, mas os juízes não deram.

Com tudo a favor, os Ravens foram para sua última campanha, contra a parede em sua própria red zone, tentaram três descidas mas não conseguiram avançar, faltando 11 segundos no cronômetro.

O estádio todo ficou de pé para a última jogada da noite, mas em um lance de inteligência, os Ravens aceitaram um safety, o que significava uma marcação de dois pontos para o adversário e a devolução da bola em um punt.

Não havia mais tempo para os 49ers: vitória dos Ravens por 34 a 31 e a conquista de seu segundo Super Bowl na história, coroando uma temporada incrível para a equipe de Baltimore.

EFE   

compartilhe

publicidade
publicidade