5 eventos ao vivo

Ainda sem triunfo em clássicos, Kleina avisa: 'Vamos vencer na hora certa'

25 mar 2013
09h28
atualizado às 09h42

Há pouco mais de seis meses como técnico do Palmeiras, Gilson Kleina já comandou a equipe em cinco clássicos, mas não venceu nenhum deles.

Em 2012, pelo Campeonato Brasileiro, perdeu para o São Paulo, por 3 a 0, e para o Santos, por 3 a 1. Neste ano, a equipe está invicta contra os rivais, mas graças aos empates com os três, sendo o mais recente diante do Santos. Aproximando-se do mata-mata no Paulista Chevrolet, o comandante alviverde mostrou confiança de que o fim do jejum está próximo.

- Não posso tirar o mérito do time. Tínhamos desfalques, demos confiança a quem entrou (contra o Santos). Se alguém tentou vencer, fomos nós. Tivemos mais equilíbrio, fizemos clássicos a cada três rodadas e para um time em formação poderia não vencer nenhum. Mas vamos ver as coisas boas, os jogadores se superaram. Estamos evoluindo, com consistência de jogo. Queríamos vencer, mas vamos vencer na hora certa – avisou o treinador.

Palmeiras e Santos não saem do zero no Pacaembu

Este sentimento é compartilhado ao menos por parte do elenco palmeirense. Um dos mais experientes no grupo, o zagueiro Maurício Ramos não quis lamentar o resultado com o Peixe - que não contou com importantes jogadores, Neymar e Montillo, assim como o Verdão, desfalcado de sete atletas - para já pensar na 'revanche'.

- Estamos trabalhando para dar o melhor, vamos levantar a cabeça, chegar na decisão contra os grandes e dar a volta por cima – disse o camisa 4. Para ter um clássico, agora, o Verdão terá de encontrar um rival nas fases seguintes de alguma das competições que disputa no ano, exceto o Brasileirão.

Fonte: Lancepress! Lancepress!
publicidade