0

Aniversariante do dia, Klose celebra ao lado de índios na Bahia

9 jun 2014
14h48
atualizado às 15h20

A intenção da Alemanha era se isolar no interior da Bahia, e assim construiu um centro de treinamento próprio na cidade de Santa Cruz de Cabrália. A delegação, no entanto, foi recebida de forma bastante calorosa pelos torcedores locais neste domingo, e entrou em clima de festa nesta segunda, quando o aniversário de 36 anos do atacante Miroslav Klose foi celebrado por índios da aldeia Pataxó.

Um grupo de índios compareceu ao treinamento da seleção alemã e realizou uma apresentação aos jogadores. Aniversariante do dia, Klose foi um dos mais celebrados e até recebeu uma bandeira da aldeia Pataxó. O episódio desta segunda ganhou destaque entre os dirigentes da delegação.

"Nossas boas-vindas continuaram hoje com os índios que vieram nos visitar depois de uma intensa sessão de treinamento. Nós inclusive dançamos um pouco, e isso foi um símbolo de como os jogadores tentam abraçar a cultura brasileira o máximo possível. Esperamos que essa influência seja positiva dentro de campo", ressaltou o diretor-esportivo Oliver Bierhoff.

Ao longo da visita dos índios, os jogadores alemães se mostraram bastante simpáticos. Além de Klose, que se colocou no meio do grupo, o volante Bastian Schweinsteiger colocou uma criança indígena montada em seus ombros, enquanto o atacante Lukas Podolki aproveitou para bater bola com outro convidado no treino.

Celebrado nesta segunda-feira, Miroslav Klose pode chegar a uma marca expressiva na careira na Copa do Mundo. O alemão tem a chance de bater o recorde de um jogador brasileiro, o atacante Ronaldo, e se tornar o maior artilheiro da competição. Até o momento, o Fenômeno tem 15 gols marcados, enquanto o seu concorrente soma 14. A primeira chance de ultrapassar essa marca será no dia 16, contra Portugal.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
publicidade