0

Aos 71 anos, morre em Porto Alegre o comentarista Cláudio Cabral

14 abr 2012
17h46
atualizado às 18h13

Morreu na madrugada deste sábado o comentarista Cláudio José Quintana Cabral, 71 anos, depois de sofrer uma parada cardíaca. Cabral trabalhava no Grupo Bandeirantes e era um dos grandes nomes do rádio esportivo do Rio Grande do Sul.

Filho do cronista esportivo Cid Pinheiro Cabral, ele formou-se em Ciências Políticas e Econômicas. Também teve passagem pela Agência France Press e rádios Sucesso, Gaúcha e Guaíba. Em 1995, retornou ao Grupo Bandeirantes, onde atuava até os dias de hoje.

Até 1985, Cláudio Cabral foi ligado diretamente ao Sport Club Internacional. Esteve à frente da vice-presidência de futebol por duas vezes na vitoriosa década de 70, além de ter sido integrante do famoso movimento dos Mandarins, que modificou a cara do clube.

O velório de Cabral será realizado na Capela B do Cemitério São Miguel e Almas. O enterro está marcado para a tarde deste sábado.

O Grêmio treinou nesta sexta-feira para a partida contra o Caxias, no domingo, e o técnico Vanderlei Luxemburgo vetou o retorno do volante Gilberto Silva, que ainda se recupera de uma fratura no nariz
O Grêmio treinou nesta sexta-feira para a partida contra o Caxias, no domingo, e o técnico Vanderlei Luxemburgo vetou o retorno do volante Gilberto Silva, que ainda se recupera de uma fratura no nariz
Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA / Divulgação
Fonte: Terra

compartilhe

publicidade
publicidade