0

Apesar de boa atuação do estreante Montoya, Vasco perde para Madureira

22 jun 2013
11h34
atualizado às 14h52

Nem a ótima estreia do colombiano Santiago Montoya com a camisa vascaína foi o suficiente para o Vasco vencer o Madureira em Conselheiro Galvão, em um jogo-treino na manhã deste sábado. O Tricolor Suburbano bateu o Cruz-Maltino por 2 a 1, de virada. O gol do Gigante foi marcado por André, após bela jogada de Montoya. Os donos da casa viraram com dois gols de Daniel Amorim. Todos os gols do confronto foram marcados no primeiro tempo.

O Cruz-Maltino começou o jogo com: Michel Alves, Nei, Thadeu Paraguai, Rafael Vaz e Dieyson; Abuda, Fillipe Soutto e Jhon Cley; Montoya, Fábio Lima e André. No intervalo, entraram: Diogo Silva, Richard, Thiaguinho e Marlone, nos lugares Michel Alves, Dieyson, Fábio Lima e Jhon Cley. No decorrer ta etapa final saíram Montoya ( muito aplaudido pela torcida) e André para as entradas de Thales e Leonardo.

Na próxima quinta-feira, às 21h, o Vasco encara o América-MG, no Estádio Parque do Sabiá, em Uberlândia.

O JOGO

Escalado em um 4-3-3 no qual Fábio Lima e Santiago Montoya voltavam para compor o meio campo, o Vasco começou o jogo dominando os espaços e a posse de bola. A superioridade logo deu resultados. Aos quatro minutos do primeiro tempo, após uma bela jogada de Montoya pela esquerda, a bola chegou na área e na sequência de um rebote do goleiro do Madureira, André marcou e abriu o placar. A dupla mostrou suas credenciais.

No entanto, contando com uma equipe leve e veloz o Madureira seguia perigoso nos contra-ataques. Aos 14 minutos, Daniel Amorim marcou depois uma indecisão da zaga vascaína e do goleiro Michel Alves. Aos 18, o mesmo Daniel virou o jogo. O camisa 31 bateu cruzado, da lateral, de fora da área, rasteiro e sem muita força, e venceu Michel.

O Vasco sentiu o golpe. Embora ainda tivesse o domínio da posse de bola, não conseguia criar jogadas de perigo, parando as tentativas antes do último passe. Salvo por algumas jogadas de habilidade de Montoya no meio campo, o Cruz-Maltino não mostrava mais o bom futebol dos 10 primeiros minutos. Com isso, o primeiro tempo acabou mesmo 2 a 1 para o Tricolor Suburbano.

O Madureira voltou mais compacto e organizado para o segundo tempo. O time suburbano tomou as rédeas do jogo e administrou o resultado. Ao Vasco, restou tentar um contragolpe, mas não obteve muito sucesso. Quando Montoya saiu, o Cruz-Maltino perdeu o poder de criação não levando perigo algum ao gol do adversário.

No segundo tempo, a equipe do técnico Paulo Autuori só deu dois chutes para o gol. Ambos de fora da área, um de Abuda e outro de Leonardo, que foram para fora. Sem mais lances de perigo, para os dois lados, a partida terminou como começou o segundo tempo: 2 a 1 para o Madureira.

Fonte: Lancepress! Lancepress!
publicidade