0

Após a derrota para a Ponte Preta, Comercial demite Toninho Cecílio

6 fev 2014
20h26

Mais um treinador não conseguiu manter o seu cargo no Paulistão. Após a derrota para a Ponte Preta, por 1 a 0, na noite da última quarta-feira, no Palma Travassos, a diretoria do Comercial agiu e demitiu o comandante Toninho Cecílio. Também acompanham o treinador o auxiliar Ivan Izzo e o preparador físico Emerson Buck.

Com apenas uma vitória em seis jogos, Cecílio deixou o Leão na vice-lanterna do Grupo A. Em pouco mais de três meses no comando da equipe, o comandante ficou marcado pelo seu comportamento explosivo. No intervalo do jogo contra o Palmeiras, o treinador se desentendeu com o atacante Macena, que acabou tendo seu contrato rescindido após o ocorrido.

Agora, o Comercial corre contra o tempo para acertar com um novo comandante até a partida contra o Santos, na próxima terça-feira, na Vila Belmiro. O nome de Vágner Benazzi é o favorito. Porém, o alto salário do experiente técnico pode dificultar o acerto. Benazzi também chegou a negociar com o Atlético Sorocaba, mas a negociação não andou.

Até o momento, seis técnicos já foram demitidos nesse início de Paulistão(média de uma demissão a cada rodada). A demissão mais curiosa do estadual foi a de Luciano Dias, que deixou o Penapolense sem ter feito ao menos um jogo pela equipe. Os outros demitidos foram Sidney Moraes, Ivan Baitello, Guto Ferreira e Giba.

Fonte: Lancepress! Lancepress!

compartilhe

publicidade
publicidade