0

Após quinze anos, Dortmund volta às oitavas da Liga contra Shakhtar

12 fev 2013
20h04
atualizado às 20h12

 

Tanto Borussia Dortmund quanto Shakhtar Donetsk fizeram campanhas consideradas surpreendentes em seus grupos para conseguir a classificação para as oitavas de final. Nesta quarta-feira, em Donetsk, a partir das 17h45 (de Brasília), os dois times se enfrentam pela terceira vez em suas histórias. Nas outras duas, em 2001, valendo vaga na Liga dos Campeões daquele ano, os alemães levaram a melhor.

Os ucranianos do Shakhtar tiveram pela frente os campeões italianos da Juventus e os atuais campeões europeus do Chelsea, que ficaram de fora da fase final. O técnico Mircea Lucescu reconhece a dificuldade de enfrentar o time de Dortmund e lembra que os alemães tem uma vantagem.

"Eles já voltaram a jogar, porque o Campeonato Alemão já recomeçou, então é uma clara vantagem", declarou o técnico. No entanto, apesar do tempo sem jogos oficiais, o Shakhtar tem mostrado boa forma nos amistosos vencendo 10 e empatando dois de seus treze jogos.

Os atuais campeões da Bundesliga também não tiveram vida fácil na primeira fase e caíram naquele que foi considerado o grupo da morte, com Real Madrid, Manchester City e Ajax. Apesar da dificuldade da chave, os aurinegros mostraram força e fizeram campanha convincente com quatro vitórias e dois empates, garantindo a primeira classificação do grupo.

A despeito da grande campanha de sua equipe na competição continental, o goleiro Roman Weidenfeller espera jogo duro contra os ucranianos: "O público provavelmente não sabe o quanto o Shakhtar Donesk pode ser perigoso". Este será o primeiro jogo do Borussia Dortmund em mata-mata da Liga dos Campeões da Europa depois de aproximadamente quinze anos.

A última partida com este peso feita pela equipe do Vale do Ruhr foi em 1998, quando acabou eliminado pelo Real Madrid, nas semifinais do torneio.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
publicidade