0

Argentina confirma fim da era Maradona no comando da seleção

27 jul 2010
17h56
atualizado às 19h42

A Associação de Futebol Argentino (AFA), por meio de seu porta-voz, Ernesto Cherquis Bialo, disse que "o Comitê Executivo da AFA, por unanimidade, decidiu não renovar o contrato com Diego Maradona como treinador da seleção da Argentina."

Julio Grondona se reuniu com os membros do Comitê Executivo nesta terça-feira e decidiu pela saída de Maradona do comando da equipe, que foi eliminada nas quartas de final da Copa do Mundo pela Alemanha.

Cherquis informou ainda que Sergio Batista será o responsável pela seleção no amistoso de 11 de agosto contra a Irlanda, em Dublin.

Ainda não está claro quem será o substituto de Maradona à frente da equipe nacional. O que é certo é que Carlos Bilardo continuará em seu cargo de gerente da equipe nacional.

Maradona não renovou o vínculo contratual com a AFA, tendo rejeitado uma série de exigências do presidente da entidade, Julio Grondona, em encontro na região de Ezeiza, nesta segunda, de duas horas.

O ex-técnico, cujo contrato terminou após a derrota por 4 a 0 para a Alemanha, pediu para manter todos os seus auxiliares no grupo, uma condição que foi rejeitada por Grondona.

Maradona havia assumido o cargo em novembro de 2008, após a renúncia de Alfio Basile, e comandou a Argentina na reta final das Eliminatórias para a Copa do Mundo.

Fonte: Terra
publicidade