4 eventos ao vivo

Atacante Karim Benzema será julgado em Madri por dirigir a 216km/h

28 fev 2013
11h52
atualizado às 11h53

O juizado de instrução n° 2 de Pozuelo de Alarcón (Madri) será o encarregado de julgar o caso do atacante Karim Benzema, do Real Madrid, por um delito contra a segurança viária, após ser flagrado por um radar móvel, no começo do mês, ao circular a 216 km/h na estrada de circunvalação M-40.

Segundo informaram à Agência Efe fontes do Tribunal Superior de Justiça de Madri, o jogador passará por um julgamento rápido, em uma data que ainda não foi definida, depois que Benzema pediu o adiamento do mesmo, que estava fixado para terça-feira passada, ao alegar que no dia havia sido convocado pelo clube para a partida das semifinais da Copa do Rei.

Benzema enfrentará uma possível pena de prisão que vai de três a seis meses ou terá que pagar uma multa, na qual o valor será decidido pelo juiz, além de ter a permissão para dirigir cassada.

O atacante foi flagrado por um radar móvel na madrugada de 3 de fevereiro na auto-estrada M-40, em Pozuelo, circulando a mais de 200 km/h, mais do que o dobro do permitido na vida, que tem como velocidade máxima 100 km/h.

Um porta-voz da Direção Geral de Tráfico (DGT) explicou à Agência Efe que devido ao excesso de velocidade, Benzema não foi parado posteriormente, afirmação que é negada pelos guardas de trânsito que afirmam que o jogador foi detido no posto de controle e submetido a um teste de bafômetro, que deu negativo.

Também não consta no registro da DGT que o mesmo radar tenha flagrado um outro jogador do clube, que dirigia a 260 km/h.

O que as fontes da DGT afirmam à Efe que os agentes pararam no controle rotineiro e de forma aleatória outros dois jogadores do clube, cujas identidades não foram reveladas, e que seguiram viagem após ser detectado que dirigiam a uma velocidade adequada e não cometeram nenhuma infração.

EFE   

compartilhe

publicidade