6 eventos ao vivo

Atlético-MG consegue mais uma vitória e dosa forças de alguns titulares

24 mar 2013
21h28
atualizado às 21h30

A vitória diante do Atlético-MG, em cima do Nacional de Nova Serrana, por 3 a 1, pode ser vista como obrigatória pela torcida. Mas, para alguns jogadores, o triunfo foi importante para mostrar a força do grupo. A partida em Patos de Minas foi a primeira de Morais e Michel.

O primeiro, contratado no começo deste ano, havia se machucado e acabou só estreando agora, no final de março. Já o lateral-direito era a terceira opção da posição e conseguiu alguns minutos em campo. Morais, inclusive, conseguiu participar do terceiro gol, ao descobrir a passagem de Bernard, que, por sua vez, tocou para Alecsandro fechar o caixão do Búfalo.

– O Morais me deu um belo passe mesmo e eu consegui ver o Alecsandro bem colocado. Toquei para ele porque, neste momento, temos que pensar no coletivo – disse Bernard, que marcou o seu, também.

Por falar em Alecsandro, ele mostrou sua eficiente, quando foi chamado para o lugar de Jô. Apesar de não ter feito uma partida brilhante, foi importante no pivô.

– Feliz (pela partida feita), acho que o grupo está forte, venho buscando a titularidade, vou trabalhar para isso, é bom ouvir elogios de que joguei bem. Fiz um bom jogo, me movimentei bem e tudo isso em um gramado ruim – disse Alecgol, que ainda comemorou o gol em homenagem a seu filho, que nascerá nesta segunda.

Mas quem aproveitou muito bem os 45 minutos que ganhou do técnico Cuca foi o atacante Guilherme. Além de marcar o primeiro gol, ele ganhou um pouco mais de créditos com a torcida pela sua entrega e por acertar a maioria de suas jogadas.

- Morais, Michel, jogou Richarlyson, Luan, a gente está usando o grupo, ainda não deu para usar o Rosinei, que poderia ter entrado, Gilberto Silva, Serginho, fica para a próxima. Agora, vai dar para equilibrar o time mais uma vez - afirmou Cuca.

Fonte: Lancepress! Lancepress!
publicidade