4 eventos ao vivo

Atlético-MG vai à Argentina atrás de mais uma vitória na Libertadores

25 fev 2013
20h19
atualizado às 20h20

O Atlético-MG tentará sua segunda vitória na Taça Libertadores nesta terça-feira, quando visitará o Arsenal de Sarandí, e poderá se isolar na liderança isolada do grupo 3, depois de ter vencido o São Paulo por 2 a 1 na estreia, em Belo Horizonte.

Para o duelo de terça-feira, o Galo terá seu time titular completo e apostará na ofensividade, com o quarteto ofensivo formado por Ronaldinho, responsável pela armação, Bernard e Diego Tardelli, que caem pelas pontas, e Jô, que fica mais presente dentro da área.

"A gente está esperando um jogo com muita dificuldade e se preparando para um grande jogo, um grande clássico. Todos os jogos da Libertadores são dessa forma, então, estamos procurando nos preparar bem para voltar de lá com bom resultado", disse Ronaldinho ao site oficial do clube mineiro.

O Atlético tem a vantagem de ter entrado em campo pela última vez no dia 17, quando, com time misto, derrotou o Araxá por 3 a 0 pelo Campeonato Mineiro. Já o adversário vem de uma vitória por 2 a 1 sobre o Argentinos Juniors na última sexta-feira, pelo Torneio Final do Campeonato Argentino.

Do outro lado estará o Arsenal de Sarandí, que precisa da vitória em casa para tentar se recuperar no grupo 3, depois de ter perdido por 2 a 1 para o The Strongest na estreia, no último dia 14.

A equipe argentina é treinada por Gustavo Alfaro, que tem algumas dúvidas para escalar o seu time. Para encarar o Galo, o técnico não contará com o atacante Emilio Zelaya, que rompeu os ligamentos do joelho esquerdo na última sexta-feira, nem com o defensor Damián Pérez, suspenso.

Em seus lugares, Alfaro não sabe se escalará Víctor Cuesta ou Lucas Krupsky na lateral esquerda. No ataque, Julio Furch deve assumir a condição de titular.

Prováveis escalações:.

Arsenal de Sarandí: Cristian Campestrini; Hugo Nervo, Lisandro López, Diego Braghieri e Víctor Cuesta (Lucas Krupsky); Carlos Carbonero, Jorge Ortiz, Ivan Marcone e Nicolás Aguirre (Martín Rolle); Pablo Lugüercio e Julio Furch. Técnico: Gustavo Alfaro.

Atlético-MG: Víctor; Marcos Rocha, Réver, Leonardo Silva e Júnior César; Pierre, Leandro Donizete, Bernard e Ronaldinho Gaúcho; Diego Tardelli e Jô. Técnico: Cuca.

Árbitro: Martín Vázquez (Uruguai), auxiliado por seus compatriotas Miguel Nievas e Carlos Changalas.

Estádio: Julio Grondona, em Sarandí (Argentina).

EFE   
publicidade