0

Atlético Mineiro e São Paulo fazem 1º duelo brasileiro na Libertadores 2013

12 fev 2013
17h04
atualizado às 17h06

Atlético Mineiro e São Paulo, principais favoritos do grupo 3 da Taça Libertadores, farão o primeiro duelo brasileiro da edição 2013 da competição, nesta quarta-feira, às 22h (horário de Brasília), no Estádio Independência, que se tornou um verdadeiro alçapão do 'Galo'.

Apesar de pertencer ao rival América, o estádio se tornou a casa do 'alvinegro' desde a temporada passada. Ao todo, o Atlético entrou em campo 23 vezes no Independência, desde a conclusão de sua reforma, em abril de 2012. Foram 16 vitórias e sete empates. O próprio São Paulo sentiu a força desta combinação, perdendo por 1 a 0, no Brasileirão do ano passado.

O torcedor já mostrou que fará sua partida, afinal, na segunda-feira à noite, 20 mil ingressos já haviam sido vendidos para a partida, que marca o retorno do clube à Libertadores após 12 anos. Na última participação, o Galo caiu nas quartas de final, diante do Corinthians.

O São Paulo, por sua vez, conhece bem os caminhos da principal competição continental. A equipe paulista conquistou o torneio em

1992, 1993 e 2005, além de ter sido vice-campeã em 1974, 1994 e 2006. A última participação do 'Tricolor' na Libertadores foi em 2010, quando caiu diante do Internacional, nas semifinais.

A base do Atlético para a Libertadores é a mesma da equipe que conquistou o vice-campeonato brasileiro. A única novidade, que já ganhou vaga no time titular é o atacante Diego Tardelli, recém-contratado junto ao Al-Gharafa, do Catar.

Grande estrela da companhia, Ronaldinho Gaúcho, que na semana passada retornou à seleção brasileira, na partida contra a Inglaterra, está confirmado. Assim como o jovem meia Bernard, revelação do último Brasileirão.

O São Paulo já sentiu o que é estrear na Libertadores, afinal, precisou encarar a fase preliminar da competição, na qual eliminou o Bolívar, da Bolívia, com vitória por 5 a 0, em São Paulo, e derrota por 4 a 3, em La Paz.

Além disso, o 'Tricolor' já teve mais rodagem na temporada, já que disputou sete partidas em 2013 - apesar de poupar titulares em boa parte do Campeonato Paulista -, contra apenas duas do Atlético, ambas pelo Campeonato Mineiro.

Dos 30 inscritos pelo São Paulo para a competição, todos os atletas estão à disposição do técnico Ney Franco, que vai apresentar uma novidade para a partida: a escalação do lateral direito Douglas no trio ofensivo da equipe, ao lado de Osvaldo e Luís Fabiano.

A intenção do treinador pode ser utilizar o jogador na mesma função que Lucas realizada até o fim do ano passado, quando foi negociado com o Paris Saint-Germain. Mais uma vez, outra estrela da equipe, Paulo Henrique Ganso, começará a partida do banco de reservas, cabendo a Jadson, a criação de jogadas.

Esta não é a primeira vez que as duas equipes se enfrentam pela Taça Libertadores e o encontro guarda muitas coincidências com o deste ano. Tanto em 1972 como em 1978, as duas equipes integraram o grupo 3, e jogaram na primeira rodada em Belo Horizonte.

Em 1972, as duas equipes dividiam chave com os paraguaios Olimpia e Cerro Porteño. No primeiro duelo, empate em 2 a 2, na volta, em São Paulo, outro placar igual, dessa vez sem gols. Naquele ano, o 'Tricolor' foi o primeiro da chave e o time mineiro, o último.

Seis anos depois, Atlético e São Paulo estavam, em grupo que tinha os chilenos Unión Española e Palestino. Foram dois duelos, o primeiro, em Minas, também na rodada inicial, que terminou 1 a 1. Na quarta rodada, o 'Galo' venceu por 2 a 1, para em seguida, ser o classificado da chave, com a liderança obtida.

Possíveis escalações:.

Atlético Mineiro: Victor; Marcos Rocha, Réver, Leonardo Silva e Junior César; Pierre, Leandro Donizete, Ronaldinho e Bernard; Diego Tardelli e Jô. Treinador: Cuca.

São Paulo: Rogério Ceni; Paulo Miranda, Lúcio, Rhodolfo e Cortez; Wellington, Denilson e Jadson; Douglas, Luis Fabiano e Osvaldo Treinador: Ney Franco.

Árbitro: Marcelo de Lima Henrique, auxiliado por Altemir Hausmann e Fabricio Vilarinho.

Estádio: Independência, em Belo Horizonte.

EFE   
publicidade