PUBLICIDADE

Autora de cinco gols, Cristiane quebra jejum e iguala recorde na Seleção

16 jul 2015 11h33
ver comentários
Publicidade

O futebol feminino brasileiro deu uma de Alemanha e goleou o Equador por 7 a 1 na segunda rodada da fase de grupos dos Jogos Pan-Americanos de Toronto. Cristiane, que fez cinco dos sete gols brasileiros, ficou aliviada por finalmente quebrar o jejum, além de ter dado à torcida brasileira o gostinho de vencer por goleada. Além de colaborar com o placar, os cinco gols de Cristiane a fizeram igualar o recorde de Evaristo de Macedo, que até então era o único a marcar cinco gols em uma mesma partida pela Seleção Brasileira.

Na Copa do Mundo do Canadá, realizada no mês passado, a atacante encerrou sua participação no torneio sem balançar as redes. O Brasil foi eliminado nas oitavas de final pela Austrália."Foi um alívio, na verdade, tirei um peso que estava carregando. (Na Copa do Mundo) Eu estava sem ritmo de jogo e o esquema, 4-1-4-1, não me favorecia. Ficava muito isolada no ataque. No 4-4-2 de agora, me sinto mais solta, posso partir de frente", avaliou a jogadora.

A vitória sobre o Equador veio de virada. Denise Pesantes abriu o placar para as equatorianas, mas o time verde-amarelo logo reagiu. Além de Cristiane, Mônica e Maurine fizeram sua parte e completaram a goleada. Quatro dos cinco gols da camisa 11 foram de cabeça. Além disso, ela também mandou uma bola na trave e marcou outro gol, anulado por impedimento. "Tenho uma boa impulsão e aproveitei que elas não marcavam", resumiu.

O Brasil estreou com vitória por 3 a 0 sobre a Costa Rica por 3 a 0. Cristiane não marcou, mas deu assistência para o gol de Raquel Fernandes e foi autora do chute espalmado pela goleira Dinnia Díaz, que deixou a sobra para Thaisa alargar a vantagem. O técnico Vadão comemorou o bom desempenho de sua comandada, principalmente nos cabeceios, e justificou o jejum no Mundial com as lesões sofridas pela atleta na última temporada.

"Quando precisamos dela na Copa América do ano passado, a Cristiane foi a artilheira. Mas depois ela teve que operar o ombro e, em seguida, teve uma lesão na coxa. Não participou do torneio de Algarve, apenas de um amistoso antes da Copa do Mundo. Chegou sem ritmo. Agora que está no ponto certo, o resultado é esse. E não há muitas cabeceadoras boas no futebol feminino, ela faz a diferença", avaliou. 

Com o triunfo, o País chega aos seis pontos, assume a liderança da chave B e encaminha a classificação para a semifinal. Canadá é o segundo, com três pontos, mesmo número da Costa Rica. O Equador, na lanterna, ainda não pontuou. No próximo domingo, as brasileiras encaram as anfitriãs para confirmar a vaga no mata-mata.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade