1 evento ao vivo

Avião com seleção do Togo pousa em Lomé após atentado

10 jan 2010
21h58
atualizado em 11/1/2010 às 16h15

O avião que transportava a seleção do Togo pousou em Lomé às 23h15 (horário local), depois que o elenco deixou na noite de domingo a Copa Africana das Nações 2010. A delegação do país desistiu de disputar o torneio continental após o ônibus em que estavam ser metralhado na última sexta-feira no enclave de Cabinda, em Angola.

De volta ao país, o grupo foi recebido pelo primeiro-ministro Gilbert Fossoun Houngbo, membros do governo e dirigentes esportivos no desembarque na capital togolesa. A equipe deveria disputar sua primeira partida da Copa Africana nesta segunda-feira, contra Gana, em Cabinda, mas desistiu do torneio.

O governo chegou a despachar um avião para tirar de Cabinda a delegação togolesa que teve dois integrantes mortos (além do motorista) durante o ataque assumido pelas Forças de Libertação do Estado de Cabinda-Posição Militar (Flec-PM), grupo nascido em 2003 de uma dissidência do principal movimento separatista, a Frente de Libertação do Enclave de Cabinda (Flec).

A partida dos togoleses e a chegada em Lomé põe fim a 48 horas de indas e vindas em meio ao drama. O governo togolês pediu pela primeira vez na noite de sábado a volta da equipe.

Em seguida, os jogadores haviam anunciado a intenção de disputar o torneio "em memória" dos dois membros da delegação mortos: o assessor de comunicação Stanislas Ocloo e o técnico adjunto Abalo Amelete. No entanto, o premier Gilbert Fossoun Houngbo reiterou o pedido neste domingo, antes de deslocar um avião a Cabinda.

Togo desembarca em Lomé após atentado
Togo desembarca em Lomé após atentado
Foto: EFE
AFP Todos os direitos de reprodução e representação reservados. 
publicidade