0

Benzema pode ficar 5 anos preso por ligação com chantagem

5 nov 2015
10h50
atualizado às 15h56
  • separator
  • comentários

O atacante francês Karim Benzema foi formalmente acusado pela justiça nesta quinta-feira por envolvimento no caso de chantagem ao também jogador Mathieu Valbuena, informou a promotoria de Versalhes.

O atleta do Real Madrid foi apontado como cúmplice e poderá ser condenado a cinco anos de prisão, por se "associar" a criminosos que cobraram 150 mil euros ao meia do Lyon para não divulgar vídeo com conteúdo erótico, conforme aponta comunicado do órgão.

Benzema, que passou a noite em cela na Polícia Judiciária de Versalhes, após longo interrogatório, foi liberado após comparecer a audiência no Palácio de Justiça da cidade, que fica nos arredores de Paris.

Benzema foi acusado formalmente em caso de chantagem com Valbuena
Benzema foi acusado formalmente em caso de chantagem com Valbuena
Foto: Chistophe Karaba / EFE

O atacante, que aguardará julgamento, deixou o local sozinho, e recebeu ordem do juiz para que não entre em contado com Valbuena ou com "o restante dos acusados" por envolvimento no caso.

O camisa 9 do Real Madrid é o quarto acusado pela justiça, depois que três pessoas foram detidas em 17 de outubro, apontadas como responsáveis por fazer o contato com o atleta do Lyon. O trio, por sua vez, está cumprindo prisão preventiva.

O quinto envolvido, que seria um amigo do irmão de Benzema, irá comparecer ao mesmo juiz ainda nesta quinta-feira. Ele seria um intermediário entre o atacante e os acusados de executar a chantagem.

O advogado Sylvain Cormier, que defende o atleta da seleção francesa, negou que o cliente tenha confessado qualquer envolvimento no caso, afirmando que o tempo provará que se trata de um inocente.

"Ele é amigo de Valbuena e foi vítima no caso. Não faz parte de nenhuma tentativa de chantagem. Ele provará que tem boa fé e espero que isso aconteça o mais rapidamente possível", garantiu o defensor do atleta.

Benzema pode pegar 5 anos de prisão por ligação com chantagem

 

EFE   

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade