0

Bivar volta atrás e nega pagamento de propina para a convocação de Leomar

20 mar 2013
10h40
atualizado às 11h03

O presidente do Sport, Luciano Bivar, confirmou que contratou um profissional para levantar a imagem do ex-volante Leomar, mas negou que tivesse pagado propina para que o jogador fosse convocado para a Seleção Brasileira. Após as declarações de que havia "empurrado" o volante para a Seleção, Luciano precisou se explicar nesta terça-feira ao auditor do STJD, Miguel Cançado, em Goiânia-GO.

Apesar da confirmação, o presidente do Rubro-Negro não revelou o nome e nem a quantia que o lobista teria recebido no suposto esquema. Em busca de maiores informações sobre o depoimento, o LANCE!Net tentou contato com o mandatário, que costumar ser solícito, mas que dessa vez, não atendeu.

Nesta quinta, o auditor do STJD ouvirá Emerson Leão, treinador da Seleção em 2011, e Antônio Lopes, coordenador técnico na ocasião. Os depoimentos servirão para que o auditor decida se faz uma denúncia ao pleno ou pede o arquivamento do caso.

ENTENDA O CASO

Luciano Bivar declarou no começo deste mês que pagou para uma pessoa fazer contatos para que o ex-volante Leomar fosse convocado para a Seleção Brasileira.

- Todo mundo faz lobby no futebol brasileiro. Pergunte ao Felipão, por exemplo, quantos procuradores ligaram para ele pedindo a convocação de alguém. Essa é a realidade do futebol brasileiro. A gente já fez lobby. Com o Leomar, houve o pagamento para um lobista - disse, em entrevista à ESPN.

No mesmo dia o ex-jogador, procurado pelo LANCE!Net, negou o suposto esquema.

- Se realmente tivesse acontecido isso eu não iria para a Seleção. De forma alguma eu teria aceitado isso. Não iria para a Seleção dessa forma. Sei da minha índole. A Seleção foi (uma oportunidade) ótima, uma honra - disse Leomar.

Fonte: Lancepress! Lancepress!
publicidade