Brasil 2014

 
 

Esportes » Futebol » Futebol

 Lula brinca e pede "virada de mesa" se o Brasil perder final em 2014
09 de julho de 2010 08h39 atualizado às 13h43

Lula visitou Jacob Zuma, presidente sul-africano, nesta sexta-feira. Foto: AFP

Lula visitou Jacob Zuma, presidente sul-africano, nesta sexta-feira
Foto: AFP

Celso Paiva
Direto de Johannesburgo

Depois de participar do lançamento do logotipo oficial da Copa do Mundo de 2014, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva se reuniu com o chefe de Estado sul-africano, Jacob Zuma, na manhã desta sexta-feira, em Pretória. O motivo do encontro foi firmar um acordo de entendimento entre os dois países.

Na oportunidade, o presidente Lula usou o seu costumeiro bom humor e brincou sobre a Copa do Mundo de 2014, que será realizada no Brasil.

"Temos de evitar de todas as formas o fiasco de 1950, pelo amor de Deus. Se o Brasil estiver perdendo a final, o presidente que estiver governando tem que entrar em campo, encerrar a partida e decretar empate técnico, levando para a mesa de negociação", brincou Lula.

Questionado sobre o que o Brasil tem que aprender com a África do Sul em relação a organização do Mundial, Lula saiu pela tangente e repassou a pergunta para o presidente sul-africano.

O presidente explicou mais uma vez a Zuma que não ficará para a final da Copa entre Espanha e Holanda, neste domingo, no Estádio Soccer City.

O motivo alegado por Lula foi o fato de estar cansado em virtude das muitas viagens que fez em torno da África, além de ter 64 anos.

Copa 2010 no celular

Notícias, fotos, classificação, tabelas, artilheiros, estatísticas e curiosidades também estão no celular.
Acompanhe o minuto a minuto de todos os jogos do Mundial e escolha os melhores em campo.
Acesse: m.terra.com.br/copa
Baixe o aplicativo: m.terra.com.br/appcopa

Terra