PUBLICIDADE

Amorim compara feito a recorde mundial, mas prevê "pedradas"

8 dez 2009 00h28
| atualizado às 01h39
Publicidade

Patrícia Amorim venceu a eleição à presidência do Flamengo e será a primeira mulher a comandar o clube em 114 anos de história. Diante deste panorama, a ex-nadadora concedeu uma entrevista à Espn Brasil e comparou o feito a um recorde mundial, apesar de saber que terá que lidar com muitas críticas.

» Patrícia Amorim é a nova presidente do Flamengo
» Conheça a mulher que quer tomar conta do Flamengo
» Veja fotos de Flamengo x Grêmio
» Veja fotos da festa do Flamengo
» Baixe o pôster do time hexacampeão
» Saiba tudo sobre o campeão Flamengo
» Torcedores do Fla comemoram no Twitter
» Baixe o hino do Flamengo
» Comente o jogo

"É como bater um recorde mundial, atingir um objetivo. Ser a primeira mulher presidente do Flamengo é entrar para a história. Lógico que vem muita 'pedrada', muita coisa difícil por aí, mas eu me preparei para isso", garantiu Patrícia Amorim, que prometeu pular nas piscinas do clube para comemorar a vitória desta segunda-feira.

Preparadas para as críticas, Patricia Amorim comemorou o feito
Preparadas para as críticas, Patricia Amorim comemorou o feito
Foto: Gazeta Press
Fonte: Terra
Publicidade