0

Atlético-GO segura empate no Barradão e rebaixa Vitória

5 dez 2010
19h04
atualizado às 19h46

O Vitória precisava de um triunfo simples sobre o Atlético-GO na rodada final do Campeonato Brasileiro, em casa, para escapar do rebaixamento. Porém, a equipe parou na forte marcação do time de René Simões, ficou no empate por 0 a 0 e caiu para a Série B diante de sua torcida, que lotou o Barradão. A queda adia por mais um ano a realização do clássico baiano em torneios nacionais - o Bahia subiu à primeira divisão em 2010.

O resultado manteve o Vitória na 17ª colocação, dentro da zona de rebaixamento, junto a Guarani, Goiás e Grêmio Prudente. O time de Salvador chegou a 42 pontos com o empate - mesmo número do Atlético-GO, que supera o rival no número de vitórias (11 a 9).

A partida começou em ritmo lento por parte das duas equipes. Precisando do resultado e jogando em casa, o Vitória - escalado com três atacantes - tentava tomar a iniciativa, mas sem inspiração. O início do confronto foi truncado, com muitas faltas e um cartão amarelo para cada lado antes dos 10min.

A equipe baiana só foi chegar com perigo aos 16min. Henrique finalizou da entrada da área e mandou por cima do travessão; no minuto seguinte, Júnior foi acionado no ataque e bateu para fora. Aos 22min, foi a vez de Adaílton finalizar errado, à esquerda do alvo.

Retraído na defesa, o Atlético-GO só assustou em um chute de Marcão que passou por cima da meta. O Vitória encontrava dificuldades com a marcação do adversário e só voltou a ameaçar aos 35min: Fernando levantou na área em cobrança de falta e Anderson Martins desviou de cabeça, com muito perigo, para fora.

A partida voltou quente do intervalo, e o goleiro da equipe goiana, Márcio, se desentendeu com o volante rival Uelliton. O Vitória seguiu pressionando em busca do gol de empate e Júnior quase marcou no primeiro minuto de jogo, girando sobre a marcação e batendo rasteiro para defesa de Márcio.

Os visitantes tiveram a grande chance de marcar aos 9min. Após vacilo de Anderson Martins, Juninho ficou livre, driblou o goleiro Viáfara e chutou; porém, Neto Coruja salvou em cima da linha e manteve o Vitória com esperanças no Barradão.

A partida ficou mais aberta nos minutos finais - e também mais nervosa. Aos 37min, o zagueiro Gabriel Paulista, do time da casa, foi expulso de forma direta após carrinho violento em Anaílson. O desespero do Vitória nos minutos finais não deu resultado, e a equipe teve que amargar o rebaixamento.

FICHA TÉCNICA

Vitória 0 x 0 Atlético-GO

Esquema Tático do Vitória
4-3-3
Viáfara; Nino Paraíba, Gabriel Paulista, Anderson Martins e Egídio; Neto Coruja, Uelliton e Fernando (Ramon); Henrique (Schwenck), Júnior e Adaílton (Elkeson). Técnico: Antonio Lopes

Esquema Tático do Atlético-GO
4-3-1-2
Márcio; Adriano, Welton Felipe, Gilson e Thiago Feltri; Agenor, Pituca e Robston; Elias (Anaílson); Juninho (William) e Marcão. Técnico: René Simões

Cartões amarelos
Vitória: Júnior, Egídio, Uelliton e Robston
Atlético-GO: Agenor, Welton Felipe, Márcio e Juninho

Cartão vermelho
Vitória: Gabriel Paulista

Árbitro
Sálvio Spínola Fagundes Filho (SP)

Local
Estádio do Barradão, Salvador (BA)



Técnico Antonio Lopes não conseguiu salvar o Vitória do rebaixamento
Técnico Antonio Lopes não conseguiu salvar o Vitória do rebaixamento
Foto: Eduardo Martins / Futura Press
Fonte: Redação Terra

compartilhe

publicidade
publicidade