0

Atlético-MG marca no fim, vence Botafogo e mantém liderança

19 ago 2012
17h56
atualizado às 21h01

O Atlético-MG teve a companhia do Fluminense na liderança do Campeonato Brasileiro por menos de 24h. Em um jogo dramático, a equipe mineira contou com gol de Neto Berola no fim da partida para derrotar o Botafogo por 3 a 2, neste domingo, na Arena Independência, em duelo válido pela 18ª rodada da Série A. Além de Berola, Escudero e Jô marcaram os gols do ponteiro, enquanto Andrezinho fez os dois tentos botafoguenses.

» Veja como foi Atlético-MG 3 x 2 Botafogo

As duas equipes conseguiram marcar no terço final do primeiro tempo em Belo Horizonte. Aos 35min, Elkeson tocou para o meio, Leonardo Silva cortou errado e Andrezinho aproveitou o rebote para completar a jogada que ele mesmo começou, abrindo o marcador. O empate atleticano demorou sete minutos para acontecer. Jô dividiu com Jefferson e a bola sobrou para Escudero completar para o fundo das redes.

Na etapa final, Ronaldinho aproveitou falha da zaga adversária e cruzou para Jô finalizar e recolocar o Atlético-MG em vantagem, aos 8min. A equipe carioca empatou mais uma vez o jogo em pênalti batido por Andrezinho, aos 35min. Mas em jogada individual, Neto Berola garantiu o triunfo atleticano aos 43min.

Com a vitória, o clube mineiro voltou a se isolar na liderança da Série A com 42 pontos, três a mais que o Fluminense. O triunfo também garantiu o simbólico título do primeiro turno. Com uma partida a menos que os rivais, o Atlético-MG colocará mais uma vez a liderança em prova no próximo domingo, quando enfrenta o rival Cruzeiro pela última rodada do primeiro turno da competição, às 18h30 (de Brasília), mais uma vez no Independência.

A equipe ficou em sétimo lugar com 27 pontos e a sete do Grêmio, último time dentro do G-4. O próximo desafio do Botafogo será pela Copa Sul-Americana contra o Palmeiras, quarta-feira, às 22h (de Brasília), no Engenhão. O time precisa reverter a desvantagem depois de perder na ida por 2 a 0. A equipe carioca volta a se concentrar no Campeonato Brasileiro no domingo, às 16h (de Brasília), contra o Flamengo.

O jogo

O jogo no Independência começou em alta velocidade, com as duas equipes buscando o gol. Aos 7min, o Botafogo aproveitou um contra-ataque, Jadson partiu pela direita, foi até a linha de fundo e cruzou para a área. A bola passou um pouco de Lodeiro, que se esticou e cabeceou desequilibrado por cima do gol. A resposta dos donos da casa aconteceu seis minutos depois. Bernard recebeu passe na cara do gol de Ronaldinho e finalizou para boa defesa de Jefferson.

O goleiro do Botafogo se transformou em um dos nomes do primeiro tempo. O Atlético-MG encontrou muitos espaços na defesa do Botafogo e criou boas oportunidades. Aos 23min, Jô recebeu passe na área, fez o pivô e ajeitou para Escudero finalizar de primeira para grande defesa de Jefferson à queima-roupa. Três minutos depois, Bernard puxou contra-ataque, atraiu a marcação e deixou Junior Cesar na cara do gol. Livre na entrada da área, o lateral esquerdo arrematou colocado e fraco para defesa do arqueiro adversário.

O Botafogo passou a errar menos no campo de ataque, equilibrando a partida. Assim, a equipe conseguiu abrir o marcador. Em jogada rápida, Andrezinho recebeu como referência, ajeitou e tocou para Elkeson na direita. O camisa 9 avançou e tocou para o meio da área em busca do volante Jadson que se apresentou no ataque. Leonardo Silva fez bem a leitura da jogada e a cobertura, mas ao cortar, ajeitou na medida para Andrezinho completar para o fundo das redes e colocar os cariocas em vantagem em Belo Horizonte.

Na sequência, o técnico Oswaldo de Oliveira teve que fazer a primeira alteração. Sacou o lateral esquerdo Márcio Azevedo e colocou Lima. E não demorou muito para o Atlético-MG empatar a partida. Aos 42min, Ronaldinho segurou a bola, protegeu do marcador e fez ótimo lançamento para Jô. Em posição duvidosa, o centroavante dominou e dividiu com Jefferson. A bola sobrou para Escudero se esticar e completar para o fundo das redes, igualando o placar no Independência.

A equipe da casa voltou melhor no segundo tempo e apostou em jogadas em velocidade para Jô. Mas o gol aconteceu em uma falha do sistema defensivo do adversário. Aos 8min, a zaga do Atlético-MG cobrou falta no campo de defesa e fez a ligação direta na direção do centroavante. Como Jô ficou parado, os jogadores do Botafogo desistiram do lance. Esperto, Ronaldinho continuou na jogada e tocou para Jô finalizar. A bola bateu no travessão antes de entrar para o gol.

O ritmo atleticano caiu e o Botafogo passou a tocar a bola em busca de uma oportunidade. E o técnico Oswaldo de Oliveira colocou em campo o criticado Rafael Marques no lugar de Lodeiro, deixando a equipe com um jogador de referência na área. E depois de tanto tentar, os cariocas conseguiram o empate. Leonardo Silva calçou Rafael Marques dentro da área. Andrezinho cobrou e empatou o marcador.

Porém, Neto Berola fez jogada individual aos 42min do segundo tempo, passou pela marcação adversária e finalizou na saída de Jefferson para recolocar o time mineiro na liderança e garantir mais três pontos para o melhor time do primeiro turno do Campeonato Brasileiro.

Ficha técnica

ATLÉTICO-MG 3 X 2 BOTAFOGO

Gols
ATLÉTICO-MG: Escudero, aos 42min do primeiro tempo, Jô aos 8min, e Neto Berola aos 42min do segundo tempo
BOTAFOGO: Andrezinho, aos 35min do primeiro tempo, e aos 35min do segundo tempo

ATLÉTICO-MG: Victor; Serginho (Carlos César), Réver, Leonardo Silva e Junior Cesar; Pierre e Leandro Donizete; Escudero (Neto Berola), Ronaldinho e Bernard (Rafael Marques); Jô
Treinador: Cuca

BOTAFOGO: Jefferson; Lucas, Antônio Carlos, Fábio Ferreira e Márcio Azevedo (Lima (Brinner)); Amaral e Jadson; Lodeiro (Rafael Marques), Andrezinho e Seedorf; Elkeson
Treinador: Oswaldo de Oliveira

Cartões amarelos
ATLÉTICO-MG: Pierre, Leonardo Silva
BOTAFOGO: Lodeiro, Elkeson

Público
19.903 presentes

Renda
R$ 723.495,00

Árbitro
Anderson Daronco (RS)

Local
Arena Independência, em Belo Horizonte (MG)

Atlético-MG bate Botafogo e é campeão simbólico do 1º turno
Fonte: Terra

compartilhe

publicidade
publicidade