0

Barcos brilha, Palmeiras faz 3 na Ponte Preta e empolga Pacaembu

29 set 2012
22h50
atualizado em 30/9/2012 às 01h17
  • separator
José Edgar de Matos
Direto de São Paulo

A tabela de classificação da Série A do Campeonato Brasileiro já não é tão assustadora para o Palmeiras. Neste sábado, o time alviverde derrotou a Ponte Preta por 3 a 0, somou 26 pontos e, dependendo dos resultados de domingo, pode ficar a apenas dois de abandonar a zona do rebaixamento.

Primeiro clube fora da degola, o Coritiba tem 28 e receberá no domingo o São Paulo, que briga para entrar no G-4. O Sport, que tem 27, visitará o Corinthians. Já a Ponte Preta, apesar do revés, permaneceu (com 34 pontos) longe das últimas posições.

Além dos importantes três pontos, o Palmeiras, 100% sob o comando de Gilson Kleina, voltou a mostrar uma postura vibrante dentro de campo. O que será crucial na próxima rodada (no sábado que vem), quando a equipe alviverde enfrentará o São Paulo no Morumbi.

O jogo

Mais confiante após ter vencido o Figueirense, o Palmeiras, empurrado pela torcida presente no Estádio do Pacaembu, abafou a Ponte Preta no começo do jogo. E, logo aos 12min, abriu o placar. Marcos Assunção cobrou falta dentro da área e, após confusão, a bola sobrou para Barcos. O argentino ajeitou com o peito e bateu: 1 a 0.

A pressão não cessou e, três minutos depois, o time alviverde ampliou. E novamente com Barcos. Desta vez o atacante acompanhou a jogada de Maikon Leite e, após cruzamento, completou para as redes. Um início acachapante dos comandados de Gilson Kleina.

A Ponte Preta, estreando o treinador Guto Ferreira, assustou os donos da casa apenas aos 43min. O volante Nikão bateu falta com violência e exigiu boa intervenção do goleiro Bruno, que se esticou e espalmou para fora da área.

Mesmo com a vantagem, o Palmeiras não tirou o pé na etapa complementar. Aos 15min, Marcos Assunção recebeu e, de longe, furou a meta de Edson Bastos. Festa no Pacaembu, que quase comemorou de novo aos 18min, quando Valdivia carimbou a trave, e aos 28min, quando Barcos também carimbou o poste.

Satisfeitos com o time, que conquistou a Copa do Brasil no primeiro semestre, os torcedores alviverdes cantaram os 45 minutos finais inteiros e, com o apito final, aplaudiram a equipe de pé.

Ficha técnica

PALMEIRAS 3 x 0 PONTE PRETA

Gols
PALMEIRAS
Barcos, aos 12min e aos 15min do primeiro tempo, e Marcos Assunção, aos 15min do segundo tempo

PALMEIRAS: Bruno; Artur, Thiago Heleno, Maurício Ramos e Juninho; Henrique, Márcio Araújo, Marcos Assunção (João Denoni) e Valdivia (Daniel Carvalho); Maikon Leite (Mazinho) e Barcos
Treinador: Gilson Kleina

PONTE PRETA Edson Bastos; Cicinho, Diego Sacoman, Ferron e Uendel; Baraka, Nikão (Luan), Renê Júnior e Thiago Alves (Rildo); Marcinho (Ricardinho) e Roger
Treinador: Guto Ferreira

Cartões amarelos
PALMEIRAS: Thiago Heleno, Maurício Ramos e Maikon Leite

PONTE PRETA: Roger

Público
30 942 pagantes

Renda
R$631.140

Árbitro
Guilherme Cereta de Lima

Local
Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)



Barcos marcou dois neste sábado e ficou a quatro de alcançar os prometidos 27 na temporada
Barcos marcou dois neste sábado e ficou a quatro de alcançar os prometidos 27 na temporada
Foto: Fernando Dantas / Gazeta Press
Fonte: Terra
publicidade