0

CBF desperdiça datas que salvariam clubes de "devastação"

20 ago 2014
11h37
atualizado em 21/8/2014 às 12h09
  • separator

Em sua primeira convocação no retorno à Seleção Brasileira, Dunga chamou, nesta terça-feira, seis atletas que atuam no futebol nacional para os amistosos contra Colômbia e Equador, no início de setembro. Criou, assim, um problema enorme para quatro clubes da Série A verde e amarela. Jefferson (Botafogo), Gil (Corinthians), Elias, (Corinthians), Everton Ribeiro (Cruzeiro), Ricardo Goulart (Cruzeiro) e Diego Tardelli (Atlético-MG) desfalcarão suas equipes não só no Campeonato Brasileiro, como também em duelos decisivos da fase de oitavas de final da Copa do Brasil em breve.

Porém, engana-se quem pensa que Dunga e Seleção Brasileira são os culpados por isto. O tão criticado calendário criado pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF) para o futebol canarinho se dá ao luxo de "desperdiçar" duas datas em momento próximo ao das convocações das seleções nacionais e, na sequência, simplesmente dizima mais da metade dos clubes da elite nacional em plena temporada.

Além da Seleção Brasileira, os selecionados nacionais de Paraguai, Chile, Peru, Equador, Colômbia e Uruguai poderão provocar baixas em nada mais que 11 equipes da primeira divisão brasileira nos próximos dias, por exemplo - sem contar a Seleção Sub-21, que também desfalcará quase metade dos times da Série A.

Veja os jogadores que atuam no Brasil e foram ou podem ser convocados:
Jogador Time
Diego Tardelli Atlético-MG
Zeballos Botafogo
Jefferson Botafogo
Guerrero Corinthians
Romero Corinthians
Gil Corinthians
Elias Corinthians
Lodeiro Corinthians
Samudio Cruzeiro
Everton Ribeiro Cruzeiro
Ricardo Goulart Cruzeiro
Victor Cáceres Flamengo
Erazo Flamengo
Valencia Fluminense
Riveros Grêmio
Aránguiz Inter
Álvaro Pereira São Paulo
Mena Santos
Luis Cáceres Vitória
Junior Fernández Vitória

As duas datas-Fifa da primeira quinzena de setembro não ocorrerão no mesmo dia de jogos de clubes brasileiros – como ocorria em um passado não tão distante –, mas sim em vizinhos. No caso da Seleção Brasileira, os jogadores vão ficar a serviço da CBF do dia 1 ao dia 10 de setembro, já que os amistosos serão disputados em 5 e 9 do mesmo mês.

Uma rodada da Série A nos dias 6 e 7 provocará desfalque certo nos clubes. Os jogos de volta das oitavas de final da Copa do Brasil, em 3 e 4, também terão baixas. Haverá tempo hábil para a participação nos jogos da 20ª rodada do Brasileiro nos dias 10 e 11, mas os clubes receberão atletas desgastados.

O mesmo ocorrerá com atletas estrangeiros que jogam no Brasil e servirão as suas seleções nacionais na primeira semana de setembro. De acordo com conta do Terra, há grande possibilidade de, no total, 20 jogadores desfalcarem 11 times diferentes da elite nacional neste período. Mas qual seria a solução para isto? Simples.

Entre o fim de julho e as primeiras semanas de agosto, quatro meios de semana foram utilizados pela CBF para a realização dos jogos da terceira rodada da Copa do Brasil. As 20 partidas (contando ida e volta) foram divididas entre os dias 23/07, 30/07 e 31/07, 06/08 e 13/08 e 14/08. Houve, neste caso, um desperdício de duas datas – que poderiam ser mais bem aproveitadas para deixar os clubes livres nos amistosos das seleções.

A conta é fácil: bastaria usar um meio de semana para realizar os dez jogos de ida (sete na quarta e três na quinta-feira, por exemplo) e um segundo para os da volta. Não havia a necessidade de "espalhar" as 32 partidas e ocupar quatro datas do futebol brasileiro (confira, abaixo, o calendário proposto pelo Terra).

Há, logicamente, o interesse das emissoras de televisão em transmitir o maior número de duelos possíveis, e esta prática – de dividir os jogos em um grande número de dias – é comum na Liga dos Campeões da Europa, por exemplo. Porém, os calendários de países como Itália, Inglaterra, Espanha e Alemanha, apenas para citar os principais centros do continente, foram planejados para isto. Eles atendem a esta demanda, e os clubes não são desfalcados em datas-Fifa.

Por sua vez, o calendário de 2015 da Confederação Brasileira de Futebol, já divulgado, segue o padrão de não parar em datas Fifa. Durante a Copa América, por exemplo, o Campeonato Brasileiro seguirá a pleno vapor, com equipes certamente esfaceladas, e os estádios provavelmente vazios.

Veja a seguir os jogos em que possivelmente haverá desfalques:
Volta das 8ªs da Copa do Brasil (03/09 e 04/09) Volta da 2ª fase da Copa Sul-americana (03/09 e 04/09) 19ª rodada (06/09 e 07/09) 20ª rodada (10/09 e 11/09)
Santos x Grêmio Vitória x Sport Flamengo x Grêmio Grêmio x Atlético-PR
Ceará x Botafogo Bahia x Inter Santos x Vitória Figueirense x Fluminense
Santa Rita x Cruzeiro  Goiás x Fluminense Fluminense x Cruzeiro Sport x Santos
Flamengo x Coritiba São Paulo x Criciúma São Paulo x Sport Botafogo x São Paulo
Corinthians x Bragantino - Atlético-MG x Botafogo Vitória x Inter
Atlético-MG x Palmeiras - Criciúma x Corinthians Goiás x Flamengo
- - Inter x Figueirense Corinthians x Atlético-MG
- - - Cruzeiro x Bahia
Calendário da CBF para a Copa do Brasil:
23/07 30/07 31/07 06/08 13/08 14/08
Corinthians x Bahia Bragantino x São Paulo Coritiba x Paysandu Santa Rita x Santa Cruz São Paulo x Bragantino Santa Cruz x Santa Rita
Ponte Preta x Vasco Inter x Ceará Londrina x Santos América-RN x Fluminense Paysandu x Coritiba Santos x Londrina
ABC x Nova Hamburgo Novo Hamburgo x ABC - Bahia x Corinthians Ceará x Inter -
Avaí x Palmeiras Vasco x Ponte Preta - Palmeiras x Avaí Fluminense x América-RN -
- - - - - -
Calendário do Terra para a Copa do Brasil:
23/07 24/07 30/07 31/07
Avaí x Palmeiras Londrina x Santos Palmeiras x Avaí São Paulo x Bragantino
Coritiba x Paysandu América-RN x Fluminense Santa Cruz x Santa Rita Santos x Londrina
ABC x Nova Hamburgo Bragantino x São Paulo Nova Hamburgo x ABC Vasco x Ponte Preta
Santa Rita x Santa Cruz - Paysandu x Coritiba -
Ponte Preta x Vasco - Ceará x Inter -
Inter x Ceará - Fluminense x América-RN  -
Corinthians x Bahia - Bahia x Corinthians -

Veja também:

Veja os maiores campeões das ligas nacionais por país
Fonte: Terra
publicidade