0

Celso Roth reconhece falhas do Cruzeiro e noite sem inspiração

5 ago 2012
21h25
atualizado às 22h24

O técnico Celso Roth admitiu que o Cruzeiro teve muitas falhas na derrota por 2 a 1 para a Ponte Preta, no Independência, mas reconheceu que a Ponte Preta conseguiu se defender bem na noite deste domingo e usou com eficiência a arma do contra-ataque. Para o treinador, a equipe iniciou a partida atuando bem, mas apresentou desequilíbrios que custaram três pontos atuando dentro de casa.

» Mercado: confira quem não tem sete jogos e pode reforçar seu time
» Veja quem são os veteranos que "dão caldo" na Série A

"Normalmente o time que se defende bem, sai no contra-ataque e compete bem dentro do Independência, tem chances de ganhar jogo. A Ponte Preta fez isso e nós colaboramos com nossos erros, tanto no primeiro, quanto no segundo gol. Iniciamos bem o jogo e depois que a Ponte fez o gol, conseguimos empatar com muita luta e dedicação, mas o segundo gol aos três minutos pesou", declarou.

O treinador cruzeirense ainda comentou as mudanças que fez no segundo tempo, com o intuito de mudar a história do jogo, mas não conseguiu evitar a derrota. Celso Roth reconheceu que as dificuldades foram grandes e afirmou que o time não teve a inspiração necessária para superar a defesa da Ponte Preta.

"Nos tentamos de todas as formas, fizemos as modificações, colocamos o Wellington (Paulista) junto com o Borges, o Souza no lugar do Tinga para ver se melhorava um pouco o passe, e não conseguimos. As dificuldades foram enormes, até tivemos oportunidades, mas hoje não conseguimos. Foi uma noite não muito inspirada. Méritos da Ponte Preta, que veio aqui e teve a felicidade de ganhar o jogo", disse.

Treinador cruzeirense disse que o segundo gol da Ponte no início da etapa final pesou para o time
Treinador cruzeirense disse que o segundo gol da Ponte no início da etapa final pesou para o time
Foto: Gil Leonardi / Agência Lance
Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
publicidade