1 evento ao vivo

Ceni não deve jogar clássico; Kardec e Rogério brigam por vaga de Pato

20 nov 2015
17h42
  • separator
  • 0
  • comentários

A esperada presença de Rogério Ceni no Majestoso de domingo parece cada vez mais improvável. Fora devido a uma lesão ligamento tíbiofibular do tornozelo direito desde a eliminação para o Santos, no dia 27 de outubro, ele novamente não foi a campo no treino desta sexta-feira, no CCT da Barra Funda, e está praticamente descartado da equipe que vai a Itaquera encarar o campeão brasileiro.

A expectativa pela sua utilização ganhou um alento quando Milton Cruz disse acreditar na escalação do capitão diante do Corinthians, logo após a vitória por 4 a 2 sobre o Atlético-MG, no Morumbi. "O Rogério está fazendo tratamento direto, quando você menos espera ele está lá tratando para melhorar o mais rápido possível. Acredito na recuperação dele. Pode ser que ele tenha condição de jogar", comentou o treinador.

Dessa forma, Denis continuaria sendo o dono da meta perante o arquirrival, mantendo a escolha feita por Doriva desde a primeira vez em que Ceni foi desfalque. Assim, ele voltaria a atuar em Itaquera pouco mais de um ano depois de defender o Tricolor no embate pelo segundo turno do Brasileiro de 2014. Na ocasião, não conseguiu evitar a derrota por 3 a 2 da equipe, ainda comandada por Muricy Ramalho.

Com a provável utilização de Denis, a única dúvida fica por conta de quem será o substituto de Alexandre Pato no ataque. O camisa 11, que não teve boa atuação diante do Atlético-MG e foi até vaiado pela torcida ao ser substituído, não pode encarar o Timão por ser jogador do clube. Dessa forma, Rogério e Alan Kardec, ambos donos de grandes atuações no triunfo sobre o Galo, brigam pelo posto.

Pelas características, quem sai na frente é Rogério. Rápido, ele pode ser útil tanto na puxada de contra-ataque quanto na marcação pelas laterais, algo bastante pregado por Milton Cruz. Quando Kardec estava machucado, por exemplo, ele era tido como o único reserva de Pato, sendo utilizado na função do artilheiro são-paulino em diversas oportunidades por Juan Carlos Osorio e Doriva.

O trunfo de Kardec é o fato de, apesar de o companheiro ter jogado bem, ele ter sido o goleador da equipe, com dois gols marcados. Por ser um atleta mais de alto e forte, no entanto, ele é visto mais como uma alternativa ofensiva caso o time esteja atrás do placar em algum momento do duelo.

Sem qualquer atleta suspenso, o time não poderá contar com os lesionados Breno e Luiz Eduardo. Ambos jogadores passaram por cirurgias no joelho e só voltam a atuar em 2016. Luiz, por sinal, pode nem voltar a jogar pelo Tricolor, já que seu contrato de empréstimo se encerra em dezembro.

Com 56 pontos conquistados, o time do Morumbi está na quarta colocação do Campeonato Brasileiro, um à frente do Santos. Caso consiga um bom resultado diante dos alvinegros, deixaria encaminhada a sua vaga na Libertadores do ano que vem, pois encara Figueirense e Goiás nas rodadas finais, dupla que luta contra o rebaixamento.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade