11 eventos ao vivo

Com gol do meio-campo, Palmeiras renasce e ainda busca título

29 nov 2009
18h56
atualizado às 22h34

Em tarde de Palestra Itália lotado, o Palmeiras enfim venceu a desconfiança de parte de sua torcida e se manteve na luta pelo título do Campeonato Brasileiro na rodada final. Com grande exibição no primeiro tempo e gol de placa marcado por Diego Souza, em chute do meio-campo, o time alviverde venceu a "decisão" com o Atlético-MG por 3 a 1 e renasceu após os dias conturbados que viveu nas últimas semanas e a série recente de tropeços.

» Veja fotos de Palmeiras x Atlético-MG
» Vote e eleja os destaques do Brasileiro
» Veja a classificação atualizada
» Confira a tabela e os resultados
» Comente a vitória do Palmeiras

Em baixa com um jejum de quatro jogos sem vitórias (dois empates e duas derrotas), o ex-líder viveu dias de crise além dos maus resultados, com a suspensão do presidente Luiz Gonzaga Belluzzo por nove meses no STJD após criticas ao árbitro Carlos Eugênio Simon, o desligamento de Obina e Maurício por briga no intervalo do jogo contra o Grêmio e o ataque ao ônibus da delegação na tarde deste sábado, no caminho de volta da concentração em Itu, por pessoas ainda não identificadas.

No entanto, neste final de semana, contou com o brilho dos meias Diego Souza, Cleiton Xavier e Deyvid Sacconi, que brilharam contra a equipe mineira e levaram os palmeirenses aos 62 pontos, agora à frente do antigo líder São Paulo, que caiu da primeira para a quarta posição. Enquanto isso, o Atlético-MG conhece a quarta derrota seguida (antes, perdeu para Internacional, Coritiba e Flamengo) e estaciona nos 56, já sem chances de titulo e também fora da briga por vaga na próxima edição da Libertadores da América.

De volta ao time titular depois de mais de um mês afastado por lesão muscular, Cleiton Xavier precisou de só um minuto de bola rolando para matar as saudades do torcedor do Palmeiras. Na primeira vez que pegou na bola perto do gol adversário, o meia aproveitou cruzamento de Deivyd Sacconi pela direita e já tirou o zero do placar, aumentando a esperança do torcedor que lotou o Palestra Itália.

No entanto, a festa durou pouco tempo no início, assim que brilhou a estrela de Diego Tardelli, de novo artilheiro do Brasileiro, agora ao lado de Adriano com 19 gols. Em jogada de ex-são-paulinos aos 12min, Éder Luís fez belo passe e o atacante só teve o trabalho de invadir a área e tocar na saída de Marcos. Mas a comemoração alviverde foi retomada quatro minutos depois, em grande estilo. Depois de dividida entre Vagner Love e Carini que o arqueiro uruguaio conseguiu afastar, Diego Souza finalizou do meio-campo, de primeira, e marcou um golaço para delírio dos fãs.

A empolgação palmeirense, que no momento assumia a segunda colocação nacional, à frente do São Paulo e atrás do Palmeiras, foi ampliada no último minuto antes de os dois times irem para os vestiários. Em outra jogada iniciada por Deyvid Sacconi, que aproveitou bem a chance na equipe titular, Vagner Love encerrou o jejum de 52 dias sem marcar ao tocar por baixo de Carini e garantiu a festa dos mandantes durante o intervalo, que só foi administrada no intervalo e confirmada após mais 45 minutos de bola rolando.

FICHA TÉCNICA

Palmeiras 3 x 1 Atlético-MG

Gols
Palmeiras: Cleiton Xavier, a 1min, Diego Souza, aos 16min, e Vagner Love, aos 44min do 1º tempo
Atlético-MG: Diego Tardelli, aos 14min do 1º tempo

Ponto Forte do Palmeiras
- Volta de Cleiton Xavier à equipe, possibilitando uma formação mais ofensiva, adiantando Diego Souza para atuar ao lado de Vagner Love no ataque

Ponto Forte do Atlético-MG
- Atuação de Diego Tardelli e finalizações de fora da área

Ponto Fraco do Palmeiras
- Queda no desempenho durante o segundo tempo, quando não repetiu o mesmo ímpeto dos primeiros 45 minutos

Ponto Fraco do Atlético-MG
- Mudanças no segundo tempo, com as entradas de Ricardinho e Correa, que fizeram a equipe perder poder ofensivo

Personagem do jogo
Diego Souza, do Palmeiras

Esquema Tático do Palmeiras
4-4-2
Marcos; Figueroa, Danilo, Maurício Ramos (Marcão) e Wendel; Edmilson, Sandro Silva, Cleiton Xavier (Souza) e Deyvid Sacconi; Diego Souza (Ortigoza) e Vagner Love; técnico: Muricy Ramalho

Esquema Tático do Atlético-MG
4-4-2
Carini; Carlos Alberto, Werley, Benítez e Thiago Feltri (Rentería); Jonílson, Márcio Araújo (Correa), Renan e Evandro; Diego Tardelli e Éder Luís (Ricardinho); técnico: Celso Roth

Cartões Amarelos
Palmeiras: Sandro Silva
Atlético-MG: Evandro e Thiago Feltri

Cartões Vermelhos
Atlético-MG: Carlos Alberto

Árbitro
Sandro Meira Ricci (DF)

Público
25.402 pagantes

Renda
R$ 583.961,00

Local
Estádio Palestra Itália, em São Paulo (SP)



Fonte: Terra
publicidade