2 eventos ao vivo

Cruzeiro bate Santo André e encerra série negativa

22 jul 2009
21h22
atualizado às 23h25

O Cruzeiro voltou a vencer no Campeonato Brasileiro. Com um gol de seu principal atacante e outro de um reserva inspirado, o time mineiro venceu o Santo André por 2 a 0 e pôs fim à sequência de seis jogos sem vitórias no mês de julho.

» Fotos da vitória do Cruzeiro
» Receba os gols do seu time pelo celular
» Veja a classificação atualizada
» Confira a tabela completa
» Comente o resultado do jogo

Desde a vitória por 1 a 0 sobre o Avaí, em junho, o Cruzeiro jogou seis vezes (três pela Libertadores), empatou dois jogos e perdeu outros quatro. Só no Brasileiro foram três derrotas seguidas que levaram o finalista da Libertadores para a zona de rebaixamento do Brasileiro.

Os gols saíram todos no segundo tempo. Aos 14min, após linda assistência de Thiago Ribeiro, Kléber acertou o canto esquerdo do goleiro Neneca e abriu o placar. Pouco depois, aos 22min, Diego Renan, que havia entrado no minuto anterior, pegou a bola na lateral, fez fila, invadiu a área e bateu forte, sem chances para o goleiro andreense.

Com o resultado desta quarta-feira, o Cruzeiro sobe na tabela mas terá de aguardar o complemento da rodada para acordar do pesadelo. Em 15º, com 13 pontos, o time mineiro pode ser ultrapassado por Atlético-PR (16º e que enfrenta o Santos ainda nesta quarta), Botafogo (18º e que tem o lanterna Náutico fora de casa também nesta quarta) e Sport (17º e que só joga na quinta contra o Coritiba.

Já o Santo André encara a sua segunda derrota seguida e estaciona na nona colocação do Campeonato Brasileiro.

O Estádio Bruno José Daniel nem de longe se compara ao Mineirão. Quem jogava de azul era o Santo André. Mesmo assim, era o Cruzeiro quem se sentia em casa, pelo menos no começo da partida.Mesmo dominando o jogo, o time visitante tinha dificuldades para criar chances, errando sempre no último passe. Kléber poderia ter marcado depois de um desvio de Wellington Paulista para o meio da área, mas não alcançou a bola. Pouco depois, o Gladiador foi lançado por Jonathan, mas a bola pegou em Cesinha e dificultou o domínio; mesmo assim, ela tocou no peito de Kléber e passou perto do gol.A partir dos 30min, o Santo André cresceu em campo e passou a equilibrar as ações. Foi do time da casa a melhor oportunidade da primeira etapa, só aos 44min. Elvis entrou na área em jogada individual, passando entre Elicarlos e Fabinho. Um pouco desequilibrado, o meia tocou na saída de Fábio, mas o goleiro do Cruzeiro defendeu com o pé.

O segundo tempo começou movimentado. As duas equipes pensavam na vitória e atacavam. O Cruzeiro foi o primeiro a levar perigo, com Bernardo, que cobrou falta na trave. O Santo André assustava quando explorava as pontas e numa destas jogadas Elvis bateu bem, para defesa firme de Fábio.

Buscando mais movimentação ofensiva, Adilson Batista tirou Wellington Paulista e acionou Thiago Ribeiro. Em sua primeira jogada, o substituto fez boa jogada pelo meio e deu um lançamento preciso para Kléber, na área. O atacante nem precisou dominar para bater no canto e abrir o placar aos 14 minutos.

O técnico do Cruzeiro estava feliz nas alterações. Diego Renan entrou no lugar de Bernardo e, também em sua primeira jogada, marcou o segundo gol celeste. Aos 22 minutos, ele avançou pela esquerda, cortou para dentro e bateu forte, cruzado, para ampliar o marcador.

FICHA TÉCNICA

Santo André 0 x 2 Cruzeiro

Gols
Cruzeiro: Kléber, aos 14min do segundo tempo e Diego Renan, aos 22min do segundo tempo

Ponto Forte do Santo André
Jogadas pelo lado direito de Cicinho que apoiou bem e fez as melhores jogadas do Santo André

Ponto Forte do Cruzeiro
Defesa improvisada do Cruzeiro deu conta do recado

Ponto Fraco do Santo André
Desatenção da dupla de zaga nos dois gols do Cruzeiro

Ponto Fraco do Cruzeiro
Primeiro tempo de pouca inspiração do time mineiro

Personagem do jogo
Diego Renan, com um minuto em campo, fez

Lance bizarro
Aos 4min do segundo tempo, Neneca tentou repor a bola com a mão e a deixou escapar. Quase que Wellington Paulista se aproveita da bobeada

Esquema Tático do Santo André
4-4-2
Neneca; Cicinho, Cesinha, Vinícius e Arthur (Bruno César); Fernando, Ricardo Conceição, Rodrigo Fabri (Pablo Escobar) e Élvis, Antônio Flávio (Ricardo Goulart) e Nunes. Técnico: Sérgio Guedes

Esquema Tático do Cruzeiro
4-4-2
Fábio, Jonathan, (Vinícius) Henrique, Fabinho e Gerson Magrão, Fabrício, Elicarlos, Bernardo (Diego Renan) e Marquinhos Paraná; Wellington Paulista (Thiago Ribeiro) e Kléber. Técnico: Adilson Batista

Cartões Amarelos
Santo André: Cesinha, Élvis
Cruzeiro: Fabrício

Árbitro
Carlos Eugênio Simon

Local
Bruno José Daniel, em Santo André

Com informações da Gazeta Press



Fonte: Terra
publicidade