0
Logo do Brasileiro Série A
Foto: terra

Brasileiro Série A

Dagoberto diz que deseja ficar, mas exige "valorização como todos"

8 ago 2011
19h24
atualizado às 20h19
  • separator
  • comentários

A partir da segunda quinzena de outubro, Dagoberto está livre para assinar pré-contrato com qualquer outro clube e deixar o São Paulo sem render lucro à diretoria que gastou R$ 5 milhões para tirá-lo do Atlético-PR em 2007. O atacante afirma que quer ficar, mas somente com um acordo bem mais vantajoso.

Dagoberto afirma que seu desejo é permanecer no São Paulo
Dagoberto afirma que seu desejo é permanecer no São Paulo
Foto: Fernando Borges / Terra

"Sempre deixei bem claro o meu desejo. Mas quero ser valorizado como todos são", argumentou o camisa 25, que é líder de assistências no elenco e o artilheiro do time tricolor na temporada, com 17 gols marcados nas 37 vezes em que foi escalado em 2011.

O jogador já deixou claro que não se vê no clube depois de 18 de abril, quando encerrará seu vínculo. Embora negue, transparece também que negocia com times europeus, está até acelerando a obtenção de seu passaporte italiano para poder ser inscrito no continente como um atleta comunitário.

Entretanto, as tratativas, mesmo pouco avançadas, continuam para renovar com o São Paulo. "O Adalberto Batista, diretor de futebol chegou com uma posição bacana. É um cara bem gente boa, já conversamos várias vezes", apontou.

O discurso de despedida, contudo, marca o tom das declarações de Dagoberto sobre o assunto. "Daqui a oito meses, acaba o meu contrato. Vou vivê-los intensamente e fazer o meu melhor enquanto estiver aqui. Fiz contrato de cinco anos e estou cumprindo", argumentou.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade