0
Logo do Brasileiro Série A
Foto: terra

Brasileiro Série A

Dagoberto sobre jogar em rivais: "ninguém sabe o dia de amanhã"

22 set 2011
18h14
atualizado às 20h54
Diego Garcia
Direto de São Paulo

Apesar de ter negado qualquer contato seu com o Santos nesta quinta-feira, após o treino do São Paulo no CT da Barra Funda, o atacante Dagoberto não descartou defender os maiores rivais do time tricolor: Corinthians e Palmeiras, além do próprio clube praiano. Quando questionado sobre o tema, o atleta desconversou e disse que seu objetivo é continuar no Morumbi ou atuar no futebol europeu.

"Antes de vir, tive outras propostas de clubes daqui e escolhi o São Paulo. É uma questão de respeito e admiração, não sabemos o dia de amanhã, mas meu objetivo vocês sabem qual é", afirmou, referindo-se à sua vontade de jogar na Europa mencionada anteriormente: "o meu desejo é buscar um time no exterior e tenho isso em mente. Para se concretizar, tem que existir coisas concretas. Estou a sete meses do fim do contrato e vamos esperar para ver".

O interesse do Santos em Dagoberto é antigo. Conforme apurou o Terra , o jogador foi indicação prioritária do técnico Muricy Ramalho e o time alvinegro busca sua contratação sem custos a partir do término de seu contrato - já existe um acerto verbal. O atacante negou qualquer contato com a equipe santista, mas, conforme verificou a reportagem, quem realiza todas as conversas sobre seu futuro é o empresário Marcos Malaquias.

"Dia 19 de abril, se não existir nenhum acerto, aí se encerra o ciclo. Se não acontecer, cada um segue sua vida, fica o carinho e o respeito. Se vir um acerto depois, todos ficam felizes", afirmou sobre o fim de sua passagem pelo São Paulo, que já dura cinco anos. "Tem alguns clubes interessados, mas isso é uma coisa muito pessoal. Vou decidir da melhor maneira, mas interesses existem", acrescentou.

Ao término da entrevista, Dagoberto foi novamente questionado sobre o Santos e despistou: "já respondi sobre isso", disse, antes de repetir a mesma frase e deixar a sala de imprensa: "já falei a respeito disso". Além do time praiano, o Terra apurou que o Internacional mantém conversas com seus empresários.

A reportagem também constatou que o Santos, que tem boas relações com o São Paulo, prometeu, por meio do gerente de futebol Nei Pandolfo, em conversa com Milton Cruz, que não iria exigir a assinatura de qualquer documento com Dagoberto para não desgastar a amizade com o time do Morumbi. A equipe da Vila Belmiro toma o exemplo do que aconteceu entre Maykon Leite e Palmeiras no início do ano.

Como a lei prevê que qualquer jogador só pode assinar um vínculo com outro clube quando estiver a seis meses do término de seu contrato, Dagoberto deve iniciar negociações mais concretas com outros times a partir do dia 19 de outubro - seu vínculo vai até o dia 19 de abril. Por enquanto, ao menos até o fim de 2011 o atacante continua no Morumbi.

Dagoberto foi questionado sobre o Santos e despistou
Dagoberto foi questionado sobre o Santos e despistou
Foto: Fernando Dantas / Gazeta Press
Fonte: Terra

compartilhe

publicidade
publicidade