0

Diogo orienta presidente do Coritiba a acolher desabafo e "sair do futebol"

20 ago 2013
18h21
atualizado às 18h24
  • separator
  • comentários

O polêmico gol sofrido no empate em 1 a 1 com o Coritiba aos 49min do segundo tempo ainda não foi totalmente digerido pela Portuguesa. A questão foi reaquecida após o time paranaense sair de campo revoltado com um pênalti duvidoso anotado para o Corinthians no Pacaembu, no último domingo, que deu a vitória ao time alvinegro - o presidente do Coritiba Vilson Ribeiro Andrade chegou a dizer que tinha "vontade de sair do futebol". Atacante da Portuguesa, Diogo aconselhou o dirigente a tomar tal atitude.

<p>Gol polêmico de Bill no último minuto contra Coritiba revoltou jogadores da Portuguesa</p>
Gol polêmico de Bill no último minuto contra Coritiba revoltou jogadores da Portuguesa
Foto: Heuler Andrey / Agif / Gazeta Press

"Acho que tem que abandonar mesmo. Depois do que aconteceu com a gente lá quer reclamar do que aconteceu com o Corinthians? Contra o Coritiba fomos muito prejudicados, a gente com um a menos ia sair com a vitória lá, coisa que poucas equipes vão conseguir no Brasileiro", revoltou-se o atacante, em entrevista ao Terra antes do treino da equipe rubro-verde, nesta terça-feira.  

Na partida em questão, o clube rubro-verde vencia até o último minuto, mesmo com um homem a menos, mas viu Bill empatar o confronto. O atacante estava impedido no lance e ainda, supostamente, teria feito falta em Valdomiro, zagueiro da Portuguesa. Contra o Coritiba, Diogo deu o passe para o gol de Gilberto e confirmou a volta à boa forma com uma boa exibição. O atacante, que começou como grande destaque do futebol brasileiro em 2007, consegue apenas agora recuperar a boa forma.

"Estou feliz, ter voltado a jogar bem, ajudar o time. Sofri com lesões no Flamengo e Santos, joguei muito bem no Olympiacos. No Santos comecei bem, mas me lesionei e depois o time estava embalado, não tive mais espaço", lembrou o atacante.

A Portuguesa está em situação incômoda no Campeonato Brasileiro. Na zona de rebaixamento, o clube conta com o futebol de Diogo para sair do grupo de descenso e garantir a permanência do clube na divisão máximo do futebol brasileiro na próxima temporada. 

Fonte: Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade