1 evento ao vivo

Edson Silva ganha disputa com Lyanco e reedita dupla de vexame

Edson Silva formará a dupla ao lado do garoto Lucão

4 dez 2015
13h49
  • separator
  • comentários

O zagueiro Edson SIlva foi o escolhido por Milton Cruz para substituir Rodrigo Caio na partida deste domingo, contra o Goiás, no Serra Dourada, que será decisiva para as pretensões do clube no Campeonato Brasileiro. Com isso, ele reeditará uma dupla que não traz boas lembranças ao torcedor: justamente contra os goianos, no primeiro turno, no Morumbi, foram presa fácil para o rival e viram o Tricolor perder por 3 a 0, em uma das piores derrotas de Juan Carlos Osorio no clube.

Confiante na experiência do defensor canhoto, Milton o colocou para fazer a cobertura de Carlinhos, confirmado na lateral esquerda. Na frente, como já era esperado, Alan Kardec assume a vaga de Luis Fabiano, lesionado. Dessa forma, a equipe que os paulistas levam a campo na briga por uma vaga na Libertadores tem Denis (Rogério Ceni); Bruno, Lucão, Edson Silva e Carlinhos; Hudson, Thiago Mendes e Michel Bastos; Ganso, Alexandre Pato e Alan Kardec.

"Independentemente do ritmo de jogo, quem entrar estará pronto. Tenho treinado firme todos os dias para ajudar a equipe. No nosso elenco, todos se conhecem bem e estão entrosados. Os 11 escolhidos estarão preparados para lutarem por uma vaga na Libertadores. Temos que fazer um bom papel, mesmo fora de casa e diante de um adversário que também tem interesses em jogo, para assegurar um lugar no G-4", afirmou Edson Silva.

Na atividade, a última aberta à imprensa no ano, o comandante trabalhou intensamente as bolas paradas, mas não obteve grande sucesso, sempre reclamando das batidas ruins de Alexandre Pato e Michel Bastos. Os reservas foram postados com Renan Ribeiro; Auro, Lyanco, Rodrigo Caio e Matheus Reis; João Schmidt, Reinaldo e Wesley; Wilder, Centurión e Daniel.

Já na parte final, Milton fez um teste que tem sido tradicional: sacou Pato e colocou Reinaldo, adiantando Carlinhos para formar uma linha de três meias na armação, com Ganso e Michel Bastos. Centurión, opção para momentos em que o time precise de gols, substituiu brevemente Michel Bastos, já nos minutos finais.

Com 59 pontos conquistados, os tricolores estão dois à frente do Internacional, quinto colocado. Como têm uma vantagem de seis gols de saldo sobre os colorados, um empate em Goiânia praticamente define a vaga, pois forçaria os gaúchos a golearem o Cruzeiro, no mesmo horário, no Beira-Rio, por seis gols ou mais. Uma derrota e um triunfo dos rivais, porém, tira a equipe da Libertadores do próximo ano.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade