PUBLICIDADE
Logo do

Atlético-MG

Favoritar Time

Em alta, Atlético-MG tenta impedir recorde do Cruzeiro

12 jul 2009 - 09h27
Publicidade

Três dias antes de disputar o título da Copa Libertadores contra o Estudiantes, o Cruzeiro tem uma missão importante diante do Atlético-MG: manter a invencibilidade que já traz de 12 clássicos e igualar a maior sequência do confronto. Os dois grandes de Belo Horizonte se encontram neste domingo, no Mineirão, às 16hrs (de Brasília).

» Veja a última vitória do Atlético-MG sobre o Cruzeiro
» Veja as duas invencibilidades e fichas dos jogos mais marcantes das sequências
» Veja as últimas do Atlético-MG
» Veja as últimas do Cruzeiro

Em toda a história do clássico mineiro, a maior sequência invicta pertence ao Atlético-MG e é justamente de 13 jogos. Entre 1985 e 87, o Cruzeiro ficou sem conhecer o que é vitória contra o maior rival, que busca ganhar agora para preservar a marca em suas mãos.

Ao contrário dos últimos 12 jogos, o Atlético-MG agora convive com o favoritismo no clássico. Vice-líder da Série A, o time comandado por Celso Roth só perdeu uma partida no campeonato e cinco em toda temporada, ainda que três tenham sido para o Cruzeiro, mas ainda com Emerson Leão.

Envolvido com as finais da Copa Libertadores, por sua vez, o Cruzeiro deve atuar pela quarta partida consecutiva com um time composto por reservas e juniores em sua maioria. O grande reforço de Adílson Batista deve ser o volante Fabrício, que pretende mostrar serviço após contusão para tentar jogar a decisão de quarta-feira.

Se vencer o Atlético-MG, mesmo em condições inferiores, o Cruzeiro passa a ser oficialmente o dono da maior invencilidade no clássico. Isso porque chegaria a 11 vitórias e só dois empates em sequência. Entre 1985 e 87, os atleticanos acumularam a mesma marca, mas com cinco triunfos e oito empates.

A última vitória do Atlético-MG foi em 29 de abril de 2007, na primeira partida da final do Campeonato Mineiro. No dia em que Fábio, do Cruzeiro, ficou marcado por tomar um gol de costas, enquanto caminhava para a meta, os atleticanos fizeram 4 a 0 e provocaram a queda de Paulo Autuori. Éder Luís, Danilinho, Marcinho e Vanderlei fizeram os gols.

Éder Luís deve ser o único remanescente da última vitória do Atlético-MG no clássico
Éder Luís deve ser o único remanescente da última vitória do Atlético-MG no clássico
Foto: Agência Lance
Fonte: Terra
Publicidade