publicidade
10 de junho de 2012 • 20h26 • atualizado às 20h57

Em jogo de expulsões, Náutico bate Botafogo no fim e quebra jejum

Meia Araújo abriu o placar para o Náutico no Estádio dos Aflitos
Foto: Antônio Carneiro / Lancepress!
 

Pela primeira vez desde 12 de abril, o Náutico saiu vencedor de uma partida. O fim do jejum veio em uma partida cheia de erros que incluiu duas expulsões de defensores neste domingo, no Estádio dos Aflitos, em Recife, neste domingo. Com um decisivo gol de Derlei aos 37min do segundo tempo, a equipe pernambucana construiu o placar de 3 a 2 sobre o Botafogo, pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro.

» Confira o vai e vem dos clubes no Mercado da Bola
» Veja o guia e saiba tudo sobre os times do Brasileiro 2012
» Veja opções de jogadores para o seu time repatriar no Brasileiro

A vitória foi a primeira do técnico Alexandre Gallo como comandante do Náutico. Ele foi anunciado como o novo treinador do clube, substituindo o demitido Valdemar Lemos, em 19 de abril. Sete dias antes, o time havia conseguido sua última vitória: dirigido pelo interino Levi Gomes, superou o Fortaleza por 2 a 1, também em Recife; a equipe cearense, porém, ganhara o jogo de ida por 4 a 0, aumentando o clima de crise nos Aflitos.

Com Gallo, o Náutico caiu na semifinal do Campeonato Pernambucano e iniciou em baixa o Brasileiro, com um empate e duas derrotas. A recuperação veio neste domingo muito em função de Derlei, que aproveitou a bobeira da zaga botafoguense no fim do confronto e passou com facilidade pelo goleiro Milton Raphael para balançar as redes vazias.

Com o resultado, o Náutico deixa a zona de rebaixamento do Nacional e, com quatro pontos, passa a ocupar a 13ª posição. Na quinta rodada, o clube volta a jogar em casa, no próximo domingo, às 18h30 (de Brasília), quando recebe o Grêmio.

O Botafogo, por sua vez, conhece a segunda derrota seguida depois de vencer os dois primeiros jogos da competição. A equipe comandada por Oswaldo de Oliveira é a sexta colocada da tabela, com seis pontos, e busca a recuperação no sábado que vem, a partir das 18h30, na visita ao Estádio Beira-Rio para encarar o Internacional.

O jogo:

O Náutico começou a partida no ataque e marcou o primeiro gol aos 16min. O atacante Araújo recebeu na grande área, livrou-se de Lucas e bateu sem chances para o goleiro Milton Raphael. A vantagem animou a equipe da casa, que ampliou aos 32min, quando Rhayner recebeu a bola pela direita, invadiu a área e chutou cruzado; a bola passou por Araújo, mas Lúcio vinha acompanhando o lance e mandou para o fundo das redes.

O Botafogo voltou para o segundo tempo com Elkeson no lugar de Andrezinho e maior disposição. Aos 3min, o time de General Severiano marcou o primeiro gol. Lucas penetrou pela lateral direita e cruzou para a entrada fulminante de Márcio Azevedo, que tocou sem defesa para Felipe.

O gol animou a equipe cariocam que adiantou seu meio campo e aos 6min, em uma do Náutico, Elkeson tentou entrar na área e foi derrubado por Márcio Rosário, que recebeu o segundo cartão amarelo.

Gallo trocou o meia Souza pelo zagueiro Cesinha, que curiosamente marcou um gol contra aos 14min. Elkeson cobrou falta na área e Fábio Ferreira dividiu com o rival pelo alto. A bola desviou na cabeça de Cesinha e entrou no canto esquerdo de Felipe.

Quando o Botafogo era melhor na partida, aos 33min, o time também ficou com dez jogadores em campo. Márcio Azevedo atingiu Araújo em disputa de bola e recebeu diretamente o cartão vermelho.

Com dez jogadores para cada lado, o Náutico definiu a vitória aos 37min. Lúcio mandou pelo alto, Romero cabeceou e Vítor Júnior errou ao tentar recuar de cabeça, deixando a bola nos pés de Derley que passou pelo goleiro Milton Raphael e bateu para o gol vazio.

Ficha técnica

NÁUTICO 3 x 2 BOTAFOGO

Gols
NÁUTICO: Araújo, aos 16min; e Lúcio, aos 32min do primeiro tempo; Derlei, aos 37min do segundo tempo

BOTAFOGO: Márcio Azevedo, aos 3min; e Cesinha (contra), aos 14min do segundo tempo

NÁUTICO: Felipe; Auremir, Ronaldo Alves, Márcio Rosário e Lúcio; Derley, Elicarlos, Souza (Cesinha), Martinez e Rhayner (Siloé); Araújo (Andrés Romero)
Treinador: Alexandre Gallo

BOTAFOGO: Milton Raphael; Lucas, Brinner, Fábio Ferreira e Márcio Azevedo; Jadson (Cidinho), Renato, Andrezinho (Elkesson), Vitor Júnior e Maicosuel (Lucas Zen); Herrera
Treinador: Oswaldo de Oliveira

Cartões amarelos
NÁUTICO: Rhayner
BOTAFOGO: Lucas

Cartões vermelhos
NÁUTICO: Márcio Rosário, aos 6min do segundo tempo
BOTAFOGO: Márcio Azevedo, aos 33min do segundo tempo

Árbitro
Heber Roberto Lopes (PR)

Local
Estádio dos Aflitos, em Recife (PE)

Com informações da Gazeta Esportiva

Terra