0

Em "piscina" no Beira-Rio, Inter e Flamengo empatam sem gols

27 set 2009
17h59
atualizado às 20h18

Uma "piscina" natural impediu que Internacional e Flamengo fizessem um jogo de futebol no Beira-Rio, neste domingo. Jogando em um campo totalmente encharcado pelas chuvas em Porto Alegre, as duas equipes mal conseguiram tocar a bola e o jogo terminou, claro, em um 0 a 0 previsível.

» Fotos de Inter x Flamengo
» Veja a classificação atualizada
» Confira a tabela e os resultados
» Comente o resultado da partida

Não bastasse o jogo ruim, o resultado não agrada a nenhuma das equipes. Enquanto o Inter vai a 44 pontos, a seis do líder Palmeiras, o Flamengo vai a 38 e não consegue se aproximar do G-4.

Mesmo com a "piscina" formada, o árbitro Sandro Ricci optou por iniciar a partida. Em campo, os jogadores tiveram de utilizar técnicas semelhantes às do futebol de areia para a bola poder entrar em jogo, como a famosa "cavadinha". Só assim para os dois times criarem algum perigo.

Naturalmente, a bola parada sempre vira a melhor opção quando o campo está encharcado. Adriano percebeu isso rapidamente e criou o lance mais perigoso do Flamengo no primeiro tempo. Em cobrança de falta, o artilheiro chutou à meia altura, a bola pegou no gramado e Lauro acabou espalmando para o meio da área, quase cedendo o gol.

Em contrapartida, o Inter tentou mais as jogadas aéreas buscando Alecsandro. Em uma dessas, logo aos 5min, o atacante recebeu cruzamento de Kléber e cabeceou para o chão. Diego teve de se esticar para fazer excelente defesa.

Apesar dos esforços dos dois times, o campo insistia em não colaborar. Adriano, principal nome do jogo, saiu de campo para o intervalo reclamando muito do estado do campo, que antes do início do jogo estava ainda mais alagado.

A chuva voltou com o início do segundo tempo, o que só piorou a situação para os times. O técnico Andrade, vendo que seria impossível ganhar o jogo na técnica, tirou Petkovic e promoveu o retorno do lateral esquerdo Juan, recuperado de lesão.

Pelo Inter, Tite tentou mudar o panorama do jogo com a entrada de Edu. Porém, não teve jeito. A chuva foi a grande vencedora do clássico deste domingo no Beira-Rio.

FICHA TÉCNICA

INTERNACIONAL 0 X 0 FLAMENGO

Ponto Forte do Internacional
- Guiñazu, rei dos desarmes, ainda mais com campo molhado

Ponto Forte do Flamengo
- Chutes de longe, que levaram perigo a Lauro

Ponto Fraco do Internacional
- Não houve, a chuva atrapalhou demais

Ponto Fraco do Flamengo
- Não houve, a chuva atrapalhou demais

Personagem do jogo
A chuva, que acabou com as expectativas de um bom futebol no Beira-Rio

Esquema Tático do Internacional
4-4-2
Lauro, Bolívar, Índio, Fabiano Eller e Kléber; Maycon, Sandro, Guiñazu e Andrezinho (Marquinhos); Taison (Edu) e Alecsandro.
Técnico: Tite

Esquema Tático do Flamengo
3-5-2
Diego, David, Álvaro e Ronaldo Angelim; Leonardo Moura, Aírton, Maldonado, Petkovic (Juan) e Everton (Fierro); Zé Roberto e Adriano.
Técnico: Andrade

Cartões Amarelos
Internacional: Sandro
Flamengo: Petkovic, Álvaro

Árbitro
Sandro Meira Ricci (DF)

Local
Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)




Fonte: Terra
publicidade