0

Flagrado em antidoping, C. Alberto é absolvido em julgamento

22 mai 2013
18h44
atualizado às 19h38
  • separator
  • 0
  • comentários

O Tribunal de Justiça Desportiva do Rio de Janeiro (TJD-RJ) decidiu absolver, nesta quarta-feira, o meio-campista Carlos Alberto, após o jogador testar positivo em exame antidoping na reta final da Taça Guanabara, o primeiro turno do Campeonato Carioca.

<p>Carlos Alberto foi absolvido por maioria de votos pelo TJD-RJ</p>
Carlos Alberto foi absolvido por maioria de votos pelo TJD-RJ
Foto: Luciano Belford / Futura Press

O vascaíno havia sido flagrado no teste com as substâncias hidroclorotiazida e carboxi-tamoxifeno, proibidas pela Comissão de Dopagem da Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

Na defesa de Carlos Alberto, a advogada Luciana Lopes alegou que houve contaminação nos medicamentos ingeridos pelo atleta e recorreu até mesmo ao caso de doping envolvendo Cesar Cielo, em 2011. Na ocasião, o nadador campeão olímpico testou positivo ao diurético furosemida e foi absolvido - se punido, certamente ficaria fora da Olimpíada de Londres do ano passado.

"Ele sempre levou para o seu clube a medicação, e o clube autorizou. O atleta não pode ser considerado culpado neste caso", alegou Lopes. "No caso Cielo, levou-se em consideração a trajetória de campeão do atleta. Neste caso, também temos um atleta campeão aqui", mencionou.

O vascaíno havia reprovado no antidoping realizado após a semifinal diante do Fluminense, pela Taça Guanabara 2013. Carlos Alberto, que havia sido suspenso preventivamente por um mês, foi absolvido por quatro votos a um e poderá retornar ao time já neste sábado, para a primeira rodada do Campeonato Brasileiro, diante da Portuguesa, em São Januário.

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade