0

Flamenguistas preparam protesto contra "inimigo" Ronaldo

8 jul 2009
08h54
atualizado às 20h54

No dia 9 de agosto, Flamengo e Corinthians se enfrentarão pelo Campeonato Brasileiro; em setembro, os times farão o Jogo da Paz, na Palestina. Mas Ronaldo e o clube carioca estão em guerra. Mais uma vez o atacante causou polêmica ao declarar em um programa de televisão que duvida da veracidade das pesquisas que apontam o time da Gávea como o mais popular do Brasil. O jogador foi alvo de ironias de dirigentes e revolta da torcida.

» Ronaldo virou comediante, ironiza vice do Flamengo
» Ronaldo critica Fla e já fala em jogar Libertadores no Corinthians
» Veja as últimas do Corinthians
» Veja as últimas do Flamengo
» Leia mais notícias do O Dia

Um mês antes do Jogo da Paz, o Maracanã vai se transformar em caldeirão para receber o atacante. "Já vi na tabela, o jogo cai no Dia dos Pais. Mas vou para o Maraca, não tem jeito. O Ronaldo vai sofrer. O Flamengo tem uma nação, não uma torcida. A do Corinthians nem se compara", afirmou o auxiliar administrativo Wallace Santos, 23 anos, morador do Catumbi.

Torcidas organizadas rubro-negras preparam há meses "homenagens" pacíficas a Ronaldo na partida de 9 de agosto. O jogador não terá sossego enquanto estiver no Rio. Já no desembarque no Aeroporto Santos Dumont, torcedores receberão o atacante com ônibus e carro de som, em protesto que será estendido até a porta do hotel em que a delegação corintiana ficará concentrada e terá seu apogeu no Maracanã.

O destaque da manifestação será a comitiva de 100 travestis, chamadas de "Ronaldetes". O grupo promete ir ao aeroporto e ao estádio para lembrar o episódio em que Ronaldo levou três travestis para um motel na Barra da Tijuca em abril do ano passado.

"Ele é traidor, estou achando que vai inventar uma contusão para nem vir ao Rio. Vamos mostrar contra o Corinthians que temos a maior torcida do Brasil", disse o pipoqueiro Marco Antônio Oliveira, 38 anos, morador do Centro.

Em sua participação no programa Bem, Amigos, do Sportv, o camisa 9 insinuou que o Flamengo só ficaria em primeiro lugar nas pesquisas graças a torcedores de fora do Rio que o consideram seu segundo time, mas, ao responderem às enquetes, esquecem as equipes de suas cidades natais e dizem que são flamenguistas. "O Ronaldo só abre a boca para falar besteira. Amanhã ou depois, vai querer jogar no Flamengo", disse o camelô Josemar Luiz, 35 anos.

Indignado, o vice de marketing flamenguista, Ricardo Hinrichsen, prometeu dar uma camisa do Flamengo ao atacante. "É ridículo, soa como ignorância. Vou mandar fazer uma camisa 9 com o nome dele para ver se ele fica mais calmo".

Ronaldo também provocou polêmica ao dizer que o presidente da República auxiliaria o Corinthians a construir um centro de treinamento. "O Lula tem ajudado a mudar o Corinthians. Ele está entrando em contato com empreiteiras e indicando empresas que podem ajudar", afirmou.

Ontem, a assessoria da Presidência revelou desconhecer qualquer tráfico de influência de Lula em favor do Corinthians.

Ronaldo acendeu polêmica com flamenguistas
Ronaldo acendeu polêmica com flamenguistas
Foto: Gazeta Press
O Dia O Dia - © Copyright Editora O Dia S.A. - Para reprodução deste conteúdo, contate a Agência O Dia.
publicidade