1 evento ao vivo

Fred sofre a oitava lesão em um ano e meio no Fluminense

27 jul 2010
07h44
Ricardo Napolitano

É inegável a importância que Fred tem para o time do Fluminense. Talvez por isso a confirmação de que a "cãimbra" sentida durante o clássico com o Botafogo era, na verdade, um estiramento grau 2 na panturrilha esquerda tenha caído como um balde de água fria no time, que, pela oitava vez em um ano e quatro meses, precisará tratar o atacante, principal nome do grupo.

Nesta segunda-feira, o camisa 9 foi submetido a uma ressonância magnética, que apontou a gravidade da lesão. Segundo o coordenador médico do Fluminense, Michael Simoni, ainda não existe previsão para o retorno de Fred aos campos.

"Ainda no gramado, não achamos que a lesão seria grave. Mas nesta segunda-feira as dores aumentaram e a ressonância magnética apontou o problema na panturrilha. Vamos esperar para definir o prazo de retorno dele. Já começamos o tratamento intensivo, mas adianto que Fred está fora do time nos próximos 20 dias", informou o médico.

Desde que chegou ao Fluminense, em março do ano passado, Fred não consegue fugir das lesões. Vieram os estiramentos (graus um e dois) na virilha esquerda no mesmo mês da sua estreia nas Laranjeiras e o de grau três na virilha direita contra o Atlético-MG, no Mineirão, há exatamente um ano, que quase abreviou a carreira do jogador. Com muito empenho, Fred, porém, deu a volta por cima no fim da temporada e comandou a incrível reação do Fluminense no Campeonato Brasileiro de 2009.

Satisfeito com o seu desempenho, o centroavante chegou a declarar que rezava para não se machucar mais. Este ano, no entanto, os problemas continuaram. Em janeiro, o jogador machucou o tornozelo direito após chutar o chão durante um treinamento e, no mesmo mês, teve de se curar de um estiramento grau um na panturrilha direita.

Visando uma vaga para a Copa do Mundo na África do Sul, Fred voltou a se decepcionar em março. O jogador sofreu estiramento grau 2 na coxa direita na partida contra o Uberaba, pela Copa do Brasil. O azar é tão grande que o camisa 9 também teve de se tratar de uma apendicite, que o tirou dos gramados por mais de 15 dias em abril.

"Fred ainda não havia sofrido lesão na panturrilha esquerda. Mas faz parte do futebol. Têm jogadores que se machucam mais e outros, menos", finalizou Michael Simoni.

Até o momento, Fred já disputou 60 partidas pelo time tricolor. Mas, por problemas de saúde, lesões ou suspensões, o atacante ficou fora de outros 37 jogos do Fluminense.

Cena em que Fred se machuca pelo Fluminense virou rotina nos últimos 18 meses
Cena em que Fred se machuca pelo Fluminense virou rotina nos últimos 18 meses
Foto: Fernando Calzzani / Futura Press
Fonte: O Dia
publicidade