2 eventos ao vivo

Gabriel elogia Muricy e mira titularidade; No treino, Éverton toma vaga de Alan Patrick

19 jan 2016
14h45
  • separator
  • comentários

Nesta terça-feira, o Flamengo realizou seu último treinamento na Gávea antes da viagem para Fortaleza, onde vai encarar o Ceará, na quinta-feira, em partida amistosa. Na atividade tática promovida por Muricy Ramalho, a principal novidade ficou por conta do meia Éverton, que colocou Alan Patrick entre os reservas e assumiu a vaga de titular.

Com os testes realizados pelo treinador para o início de temporada, outros jogadores ganham esperança de conquistar uma vaga entre os 11. O meia Gabriel espera mostrar serviço para começar o ano entre os titulares.

“Espero que possa ser titular. Ele ainda não definiu time, não tem todas as peças na mão. Espero que quando ele definir a equipe, eu possa agradar. Terminei o ano jogando e jogando bem, agora é dar uma sequência boa e ganhar a confiança do treinador”, disse o jovem.

Gabriel exaltou a chegada de Muricy Ramalho ao clube. O jogador falou sobre o método de trabalho do novo comandante e torce pelo seu sucesso. O meia citou que os rubro-negros precisam conquistar títulos em 2016.

“O Muricy é um cara campeão, não precisa mostrar mais nada. A gente que precisa mostrar para ele que pode jogar. Ele fala muito pouco, mas trabalha muito. Fala só os pontos que precisa para o jogador. Dá confiança no campo, mas ao mesmo tempo é fechado. Espero que todos agradem a ele, porque o Flamengo precisa fazer um grande ano”, declarou.

O jogador foi questionado sobre a polêmica entre o clube e a FERJ, que quer impedir a entrada do Flamengo na Primeira Liga. Gabriel afirmou que a competição interestadual será muito importante para mostrar como os rubro-negros estão no cenário nacional visando a Série A. No entanto, ele pregou seriedade no Estadual.

“Parece fácil falar que o Estadual não tem tanta importância. Você joga em campos não tão bons. Pega equipes extremamente fechadas e isso pode enganar para o Brasileiro. Essa Liga vai ser muito boa porque você enfrenta grandes forças. Mas sabemos que o Carioca é importante para ajustar a equipe”, finalizou.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • comentários
publicidade