0

Gilberto desencanta, Inter supera Bahia e sonha com Libertadores

16 nov 2011
22h27
atualizado em 17/11/2011 às 01h35

O Internacional recebeu o Bahia nesta quarta-feira, pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro, no Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre, e venceu por 1 a 0. O gol foi marcado pelo atacante Gilberto, o primeiro dele com a camisa do time colorado.

Com o resultado, o Inter voltou a triunfar no torneio após duas derrotas seguidas, foi a 54 pontos, na sétima colocação, e briga por uma vaga na Copa Libertadores da América - o último na zona de classificação hoje é o Botafogo, com 55. O Bahia, que vinha de duas vitórias consecutivas, segue com 42 pontos, na 13ª posição, ainda classificando-se à Copa Sul-Americana.

O clube colorado dominou a partida devido ao meio-campo técnico e criativo formado por D'Alessandro, Oscar e Tinga, além de Bolatti. O Bahia ainda tentou alguns contra-ataques com Lulinha e Júnior, mas sem sucesso.

O técnico Dorival Júnior contou ainda com reforços importantes, como o lateral esquerdo Kléber e o atacante Leandro Damião, que estavam suspensos na derrota para o Cruzeiro. Já Joel Santana não teve Souza e Paulo Miranda, suspensos, e Titi, que não jogou por questões contratuais.

O jogo

O gol do Inter saiu aos 8min de partida. Kléber cruzou para D'Alessandro chutar. O goleiro baiano Marcelo Lomba espalmou e Gilberto aproveitou o rebote para completar de peito.

A equipe gaúcha ainda teve um pênalti legítimo não assinalado pelo árbitro paulista Paulo César Oliveira, aos 25min. D'Alessandro escapou da marcação na meia direita e cruzou para Leandro Damião, que cabeceou em direção ao gol. A bola bateu na mão de Fabinho, mas o juiz marcou apenas tiro de meta.

Se o Inter foi prejudicado, o Bahia também não contou com uma penalidade assinalada em jogada de Dodô, aos 30min. O Inter ainda teve boa chance aos 37min, quando Nei tabelou com D'Alessandro e tocou para Gilberto, que arrematou com perigo.

Na volta do intervalo, Joel trocou Magno por Nikão, mas a substituição não surtiu efeito e o time mandante seguiu superior, ditando o ritmo do duelo. Lulinha arriscou chute rasteiro, no meio do gol, para fácil defesa de Muriel. A partida esfriou na estapa complementar, com um número menor de jogadas criadas e lances de perigo.

Aos 26min, Oscar fez a jogada e cruzou para área, mas ninguém aproveitou. Aos 35min, Nikão bateu cruzado e a bola passou rente ao travessão da meta colorada. Aos 41min, D'Alessandro ainda acertou a trave em cobrança de falta, mas o placar ficou nisso: 1 a 0.

Ficha técnica

INTERNACIONAL 1 x 0 BAHIA

Gols
INTERNACIONAL:
Gilberto, aos 8min do 1º tempo

INTERNACIONAL: Muriel; Nei, Bolívar, Rodrigo Moledo e Kléber; Bolatti, Tinga (Sandro Silva), D'Alessandro e Oscar; Gilberto (João Paulo) e Leandro Damião
Treinador: Dorival Júnior

BAHIA: Marcelo Lomba; Marcos, Danny Morais, Diego Jussani e Dodô (Helder); Fahel (Carlos Alberto), Fabinho, Diones e Magno (Nikão); Lulinha e Júnior
Treinador: Joel Santana

Cartões amarelos
INTERNACIONAL: Nei, Bolívar, Kléber, Bolatti e Sandro Silva
BAHIA: Marcos, Fahel, Carlos Alberto e Fabinho

Árbitro
Paulo César Oliveira (SP)

Local
Estádio do Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)



Fonte: Terra
publicidade