2 eventos ao vivo

Goiás empata no fim e Palmeiras segue sem vencer com Felipão

8 ago 2010
17h59
atualizado às 18h44

Luiz Felipe Scolari por pouco conseguiu ver o Palmeiras vencer após seu retorno ao comando da equipe. A equipe paulista sofreu gol no final do segundo tempo, e ficou no 1 a 1 com o Goiás neste domingo no Serra Dourada. Com o resultado, o time do Parque Antártica chega a cinco empates consecutivos, enquanto o time goiano completou seis partidas sem vencer.

O Goiás começou com o controle do jogo, mantendo a bola em seu campo de ataque. Os visitantes, porém, eram eficientes na defesa, especialmente na bola aérea. O Palmeiras começou a tentar chutes de longe e arriscou com Kléber, aos 9min. Três minutos depois, Ewerthon finalizou da intermediária e acertou no canto esquerdo de Harlei, para abrir o placar.

Com dificuldades para jogar, o Goiás tentou a bola aérea, e, aos 20min, Pedrão chutou de voleio por cima do gol de Deola. A equipe da casa cresceu, e Éverton Santos apareceu bem aos 34min na entrada da área, mas foi derrubado por Pierre. Na cobrança de falta, o goleiro do Palmeiras espalmou chute de Bernardo para escanteio.

Deola salvou o Palmeiras novamente aos 39min, quando defendeu chute de Éverton Santos após bola aérea de Bernardo. A melhor chance de empate saiu no minuto seguinte, mas Éverton Santos livre de marcação chutou por cima do gol. Concentrado nos contra-ataques, o time paulista teve chance de ampliar aos 45min, mas Wellington Monteiro cortou cruzamento de Vítor.

O Palmeiras teve chance de ampliar logo no primeiro minuto do segundo tempo, em bom lançamento de Armero, mas Ewerthon desistiu do lance e a bola saiu pela linha de fundo. A resposta do Goiás saiu aos 6min, em cruzamento de Felipe que Éverton Santos completou, mas a arbitragem viu impedimento no início do lance.

Vendo o Goiás crescer na partida, Felipão tirou jogadores da frente e povoou o meio de campo da equipe visitante, atraindo a equipe da casa. Aos 24min, Romerito tocou para Felipe, que chutou para a defesa de Deola. No minuto seguinte, Otacílio Neto atacou para cima de Armero, mas o lateral conseguiu afastar o perigo.

O estreante Luan teve duas boas chances de marcar, aos 37min e aos 38min, mas chutou para fora nas duas vezes. O Goiás partiu para a pressão total nos instantes finais e finalmente venceu a parede do Palmeiras. Aos 44min, Otacílio Neto cobrou falta na área e Amaral completou, aproveitando saída ruim de Deola.

FICHA TÉCNICA

Goiás 1 x 1 Palmeiras

Gols
Goiás:

Amaral, aos 44min do 2º tempo
Palmeiras: Ewerthon, aos 12min do 1º tempo

Ponto Forte do Goiás
Equipe soube pressionar até o fim e conseguiu sua vitória.

Ponto Forte do Palmeiras
Equipe levou trabalho ao time do Goiás com lançamentos .

Ponto Fraco do Goiás
Erros de finalizações, especialmente com Éverton Santos.

Ponto Fraco do Palmeiras
Equipe recuou demais no segundo tempo e permitiu o empate no fim.

Personagem do jogo
Luiz Felipe Scolari: recuou a equipe do Palmeiras no segundo tempo, viu seu time sofrer o gol do empate no final e segue sem vencer desde seu retorno.

Lance polêmico
Aos 27min do primeiro tempo, Éverton Santos cruzou pela direita e a bola bateu no braço de Edinho. O juiz não viu infração e mandou o lance seguir.

Esquema Tático do Goiás
4-4-2
Harlei; Douglas (Romerito), Rafael Tolói, Ernando e Júnior; Amaral, Jonílson, Wellington Monteiro e Bernardo (Felipe); Éverton Santos (Otacílio Neto) e Pedrão. Técnico: Emerson Leão

Esquema Tático do Palmeiras
4-4-2
Deola; Vítor (Marcos Assunção), Danilo, Maurício Ramos e Armero; Edinho, Pierre, Márcio Araújo e Patrik; Ewerthon (Luan) e Kleber (Tinga). Técnico: Luiz Felipe Scolari

Cartões amarelos
Goiás: Ernando
Palmeiras: Kléber e Armero

Árbitro
Sandro Meira Ricci (DF)

Local
Estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO)

Apesar do gol de Ewerthon, Palmeiras vacilou e cedeu empate
Apesar do gol de Ewerthon, Palmeiras vacilou e cedeu empate
Foto: Ueslei Marcelino/Agif / Gazeta Press
Fonte: Redação Terra
publicidade