0

Grêmio bate Atlético-GO e se afasta da zona do descenso

8 set 2010
21h24
atualizado em 9/9/2010 às 00h55
  • separator

O Grêmio recebeu na noite desta quarta-feira o Atlético-GO, no Estádio Olímpico, em partida válida pela 20ª rodada do Campeonato Brasileiro, e não decepcionou o bom público que compareceu. Em ascensão na tabela, o time gaúcho venceu por 2 a 0 e deu mais um passo para se distanciar da zona do rebaixamento.

Com a vitória, o time da casa chegou ao quarto jogo sem derrotas na competição. Já os visitantes, que vinham de uma goleada sobre o Vitória na última rodada, não conseguiram superar a ausência do meia Elias, artilheiro do Brasileiro e suspenso pelo terceiro cartão amarelo, para mais uma boa apresentação.

Com o resultado, o Grêmio chegou aos 23 pontos, ocupando provisoriamente a 14ª colocação. O Atlético-GO, por sua vez, permanece com 17, na 18ª posição e dentro do grupo que disputará a Série B na próxima temporada.

O primeiro tempo foi dominado pelo time gaúcho. Recuado, os goianos não conseguiam sair para o contra-ataque e pouco ameaçaram o goleiro Victor. A primeira boa chance foi logo no primeiro minuto de partida. Fábio Santos recebeu na esquerda e cruzou para Douglas, perto da marca do pênalti. Sem marcação, o camisa 10 chutou de primeira, mas mandou por cima.

Aos 7min, o jogador se redimiu. Em cobrança de falta ensaiada, na entrada da área pelo lado esquerdo, Douglas mandou por cima da barreira no ângulo esquerdo de Márcio, que apenas assistiu ao belo gol gremista.

A equipe mandante quase ampliou aos 18min. Borges recebeu bom passe dentro da área pelo lado direito, puxou para o pé direito e bateu no canto esquerdo de Márcio, que se esticou e mandou para escanteio.

Aos 21min, na única descida com perigo dos goianos, Victor defendeu bom chute de Diguinho no canto esquerdo, mantendo a vantagem gaúcha até o fim do intervalo.

Na segunda etapa, o Grêmio teve a chance de matar o jogo logo aos 2min. Em disputa na área do Atlético-GO, Agenor subiu e colocou a mão na bola e o árbitro marcou pênalti. O atacante Jonas assumiu a responsabilidade e chutou rasteiro no canto direito de Márcio, que pulou na bola e fez a defesa.

O pênalti defendido animou os visitantes, que passaram a sair mais em busca do gol. O Grêmio recuou e passou a jogar na base dos contra-ataques, dando o campo para o adversário atacar. Sem muita organização, o Atlético-GO não chegou a ameaçar seriamente a meta defendida por Victor.

Aos 30min, Souza cobrou falta de longe, com categoria, no canto esquerdo, obrigando o goleiro Márcio a fazer grande defesa, espalmando a bola para escanteio.

Aos 40min, em rápido contra-ataque, Jonas tocou de cabeça e deixou o companheiro Borges livre de marcação. O atacante carregou a bola, entrou na área e deu um leve toque para tirar do goleiro, ampliando a vantagem do time da casa, garantindo mais três pontos e dando um belo presente para o técnico Renato Gaúcho, que faz aniversário nesta quinta-feira.

FICHA TÉCNICA

Grêmio 2 x 0 Atlético-GO

Gols
Grêmio:

Douglas, aos 7min do 1º tempo, e Borges, aos 40min do 2º tempo.

Ponto Forte do Grêmio
Acuou o adversário no primeiro tempo e dominou a partida. A defesa esteve segura e deu tranqüilidade para o time atacar.

Ponto Forte do Atlético-GO
Saiu mais para o jogo no segundo tempo e equilibrou a partida.

Ponto Fraco do Grêmio
Desperdiçou algumas oportunidades para matar a partida e não passar sufoco. Muitos erros de passes no segundo tempo.

Ponto Fraco do Atlético-GO
Sentiu muito a falta do meia Elias. Sem criatividade, não conseguiu criar chances para furar a defesa gremista.

Personagem do jogo
O atacante Borges se movimentou bastante e criou boas oportunidades, sendo premiado no final do jogo com um belo gol.

Esquema Tático do Grêmio
4-4-2
Victor; Gabriel, Vilson, Rafael Marques e Fábio Santos; Adílson, Souza, Roberson (Leandro) e Douglas (Maylson); Jonas (Lúcio) e Borges. Técnico: Renato Gaúcho.

Esquema Tático do Atlético-GO
4-5-1
Márcio; Victor Ferraz, Daniel Marques, Gilson e Thiago Feltri; Agenor (Robston), Pituca, Ramalho, Diguinho e Pedro Paulo (Juninho); Carlinhos Bala (Anailson). Técnico: René Simões.

Cartões amarelos
Grêmio:
Douglas
Atlético-GO: Victor Ferraz, Agenor, Robston, Pituca e Diguinho

Árbitro
José de Caldas Souza (DF)

Local
Estádio Olímpico, em Porto Alegre (RS)

Público: 22.758 pagantes

Renda: R$ 298.221,50

Veja também:

Pelé é superestimado? Editor do L! avalia polêmica criada por site inglês
Fonte: Redação Terra
publicidade