0

Grêmio lembra pênalti em Escudero, mas reconhece mérito do Vasco

18 set 2011
10h17
atualizado às 10h56

Além de insatisfeito com o desempenho da equipe na derrota por 4 a 0 para o Vasco, o diretor de futebol do Grêmio, Paulo Pelaipe, também não gostou das decisões do árbitro Ricardo Marques Ribeiro, que, segundo o gremista, deixou de apitar um pênalti em Escudero aos dez minutos do primeiro tempo - quando o jogo ainda estava 1 a 0 - e expulsar o zagueiro Dedé. Mesmo assim, o dirigente soube reconhecer os méritos dos cariocas.

"Temos que ter humildade diante de um resultado desse. Não adiante reclamar de pênalti e cartão vermelho para o Dedé. Foi um 4 a 0 bastante contundente O Vasco está de parabéns pela vitória e nós temos que trabalhar para corrigir nossos erros", disse Pelaipe.

A goleada sofrida interrompeu uma série de três vitórias consecutivas do Grêmio, que tiraram a equipe da zona de rebaixamento e fizeram o objetivo de uma vaga na Libertadores surgir no Olímpico. Pelaipe descartou traçar metas no Brasileirão e pediu tranquilidade para os resultados virem.

"Desde que cheguei no Grêmio, no dia 2 de agosto, falo que temos que pensar jogo a jogo e nunca mudei o discurso, mesmo com as vitórias. Afastamos a situação complicada, hoje ela é confortável, mas ainda nos preocupa. Então vamos pensar primeiro no Botafogo, depois no Avaí e assim sucessivamente", declarou o dirigente.

Com 30 pontos, o Grêmio figura na 12ª colocação, mas até o término da 24ª rodada pode ser ultrapassado po Cruzeiro e Santos. O próximo adversário do clube gaúcho é o Botafogo, que briga pelo título da competição. O duelo será na quinta-feira, no Olímpico.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

publicidade